Náutico vence Santa Cruz-RN por 3×1 e garante classificação direta


Foto: Frankie Marcone/Futura Press

O Náutico soube sair da forte marcação do adversário e conseguiu vencer o Santa Cruz-RN por 3×1 na noite desta quinta-feira no Iberezão, Santa Cruz – RN. A partida foi válida pela primeira rodada da Copa do Brasil. Cesinha, Auremir e Derley marcaram para o Timbu enquanto Binho anotou para os potiguares.

Como venceu por dois gols de diferença na casa do adversário, o Alvirrubro está classificado para a segunda fase da competição sem a necessidade da partida de volta. Agora o Náutico aguarda o vencedor do confronto entre Comercial-PI e Fortaleza. Os cearenses tem a vantagem por terem vencido por 3×2 a primeira partida no Piauí. Mas antes da Copa do Brasil, o Timbu atua pela 17º rodada do Pernambucano Coca-Cola contra o Ypiranga no Otávio Limeira, em Santa Cruz do Capibaribe, no próximo domingo às 16h.

Leia mais:
> Waldemar Lemos admite erros, mas elogia jogadores do Náutico

O JOGO – O Náutico começou o primeiro tempo contra o Santa Cruz encontrando muitas dificuldades para sair para o ataque. A marcação individual dos donos da casa impossibilitava a criação das principais jogadas do Timbu. Faltava velocidade e mais jogadas individuais para o Alvirrubro.

Anulando os pontes do ataque do Náutico, o Santa Cruz foi quem tentou criar as primeiras chances de perigo no início da etapa inicial. Logo aos quatro minutos, os potiguares ficaram perto de abrir o placar com Binho, mas a zaga pernambucana salvou.

No entanto, mesmo preso na marcação e com dificuldades de criação, foi o Náutico quem chegou ao primeiro gol. Aos 14, Eduardo Ramos fez jogada individual pelo meio e tocou para Jefferson. O lateral-esquerdo cruzou para o estreante da noite, Cesinha, tocar de cabeça e abrir o placar.

O gol foi prova de que com um pouco mais de velocidade, o Timbu poderia chegar ao primeiro gol. Contudo, não foi esta a receita seguida pelo Alvirrubo no decorrer do primeiro tempo. A verdade é que o os jogadores do Náutico não souberam sair da marcação do adversário e não conseguiram criar tantas chances para os atacantes Siloé e Dori, que pouco foram acionados.

Em desvantagem no placar, o Santa Cruz tentou se lançar mais para o ataque e chegou a assustar em alguns momentos a defesa alvirrubra principalmente nas bolas paradas. Contudo, as boas defesas de Gideão e a boa partida da dupla Marlon e Ronaldo Alves impediram o empate dos donos da casa. O Náutico desceu com a vantagem mínima para os vestiários apesar do jogo truncado.

SEGUNDO TEMPO – A etapa complementar começou com o time da casa em cima do Timbu. Melhor postado na marcação e na parte ofensiva, o Santa Cruz dominava os primeiros minutos do segundo tempo. O Náutico se via encurralado em seu próprio campo.

A pressão dos potiguares não demorou para surtir frutos. Aos nove minutos, após bola cruzada na área, Binho, um dos melhores da partida pelo lado do time potigar, mandou para o fundo das redes e igualou o placar.

No entanto, não deu nem muito tempo para comemorações por parte dos torcedores da casa. Dez minutos depois, na primeira jogada de ataque do segundo tempo, o Náutico desempatou a partida. Aos 16, a bola sobrou para Auremir que não hesitou em chutar, ainda houve o desvio da zaga do Santa Cruz, mas nada que impedisse o balançar das redes.

O gol não deu mais tranquilidade para o Náutico. O Timbu continuou a sofrer com a pressão do Santa Cruz e a jogar no próprio campo. A sorte é que embora dominasse a partida, o time da casa não criava tantas chances de grande perigo para o Alvirrubro.

Com a aproximação dos minutos finais, o Náutico conseguiu segurar não só o ímpeto do adversário como ainda chegou ao gol da classificação. Já no apagar das luzes, Derley recebeu bola de Siloé dentro da área e mandou para o fundo do gol. Não deu nem tempo para o Santa Cruz pensar em reagir. A vitória e a classificação são do Timbu.

FICHA DA PARTIDA – SANTA CRUZ-RN 1X3 NÁUTICO

Santa Cruz-RN: Eridelson; Léo Paraíba (Douglas), Marcelo, Robson (Geriel) e Márcio; Flavinho, Danilo Lopes, Alexandre e Alvinho; Binho (Foguete) e Zé Paulo. Técnico: Francisco Diá.

Náutico: Gideão; Marlon, Ronaldo Alves e Cesinha (Lenon); Auremir, Elicarlos, Derley, Eduardo Ramos (Philip) e Jefferson; Siloé e Dori (Rodrigo Tiuí). Técnico: Waldemar Lemos.

Competição: Copa do Brasil. Local: Iberezão, Santa Cruz-RN. Árbitro: João Bosco da Nobrega. Auxiliares: Griselildo de Souza Dantas e Oberto da Silva Santos. Gols: Binho para o Santa Cruz-RN; Cesinha, Auremir e Derley para o Náutico. Amarelos: Jefferson, Eduardo Ramos, Elicarlos e Dori pelo Náutico; Geriel e Binho pelo Santa Cruz-RN. Público: 1.249. Renda: R$ 15.910.

Fonte: Do Blog do Torcedor do NE10

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog