Nem é transferido para presídio em Campo Grande (MS)

O traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, acusado de chefiar o tráfico de drogas na favela Rocinha (zona sul do Rio), foi transferido para o presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS) na manhã deste sábado. A traferência foi confirmada pela Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária) do Rio.

Além de Nem, foram transferidos também Anderson Rosa Mendonça, o Coelho, Valquir Garcia dos Santos, o Carré, e Flávio Melo dos Santos –todos estavam presos no presídio Bangu I, no Rio.

Segundo a secretaria, os presos foram levados ao aeroporto Santos Dumont por 11 carros da Seap e escoltados por 40 inspetores penitenciários do GSE (Grupamento de Serviço e Escolta). De lá embarcaram às 8h25 em um avião da Polícia Federal para o presídio de segurança máxima.

Desde a prisão de Nem, na semana passada –dias antes da megaoperação militar que ocupou a comunidade–, o governo do Estado tenta sua transferência. O governador Sérgio Cabral (PMDB) chegou a fazer um pedido publicamente.

Oficialmente, o pedido de transferência foi feito pelo Tribunal de Justiça do Rio e autorizado pela Justiça Federal.

  Divulgação  
Traficante Nem, preso na semana passada no Rio
Traficante Nem, preso na semana passada no Rio

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog