Neymar critica violência no Pacaembu; Muricy já fala em decisão

SPFW 2012Autor de um dos gols da vitória do Santos por 2 a 0 sobre o Juan Aurich, do Peru, pela Libertadores, o atacante Neymar deixou o Pacaembu na noite de quinta-feira reclamando da marcação violenta dos rivais.

Yasuyoshi Chiba/France Presse
Neymar abraça Edu Dracena após o gol do zagueiro que abriu o placar, no Pacaembu
Neymar abraça Edu Dracena após o gol do zagueiro que abriu o placar, no Pacaembu

“Saio pior do que ontem [quarta-feira]. Se eu não tivesse pulado em algumas jogadas poderia ter acontecido o pior”, disse o atacante, que se referiu a dor sentida após torcer o tornozelo esquerdo no treino de quarta.

Neymar fez o segundo gol do Santos no Pacaembu. Foi o quarto tento dele na Libertadores. A vitória deixa o Santos na liderança do Grupo 1, com nove pontos.

“Nos comportamos muito bem, mesmo com as dificuldades. A equipe deles bate muito, mas fomos muito superiores”, disse Neymar.

DECISÃO

O Santos depende de mais um triunfo para confirmar a classificação para as oitavas de final do torneio. Os próximos rivais são o Inter (fora) e o The Strongest (em casa), e Muricy já admite clima de decisão.

“A vitória foi importante. A gente vai decidir em casa no último jogo. O jogo contra o Inter será duríssimo, no Beira-Rio, lá é complicado. Nós vamos jogar para ganhar porque com o resultado estaremos classificados como primeiro no grupo”, explicou Muricy.

DA LANCEPRESS

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog