No ‘pior ano’, Valdivia quase chora e pede desculpas

Pivô de mais uma polêmica –a divulgação de fotos em que aparece beijando uma garota–, Valdivia, que há meses não concedia entrevistas coletivas, resolveu falar.

Com olhar triste, se pronunciou nesta manhã no CT do clube sobre o caso, ocorrido em fevereiro. Casado, o chileno foi fotografado aos beijos com uma garota em São Paulo. O caso desenrolou-se até que as fotos foram publicadas ontem em um jornal carioca. O fotógrafo acusa Valdivia de ameaçá-lo caso as fotos fossem divulgadas; o jogador diz que o fotógrafo tentou extorquir seu dinheiro.

“Quero mostrar quem é a vítima e quem é o vilão. Essas fotos me fizeram um dano grande na questão familiar. Eu estava passando por uma crise matrimonial, a gente estava praticamente separados fisicamente”, disse.

Ele contou que tentou comprar as imagens. “O fotógrafo me disse: ‘quanto vale seu casamento?’. Fui embora triste pela frase. No dia seguinte ele pediu um valor muito alto pelas fotos. O único dinheiro que eu ofereci e ele pegou foi um valor muito menor”, disse.

Robson Ventura/Folhapress
Valdivia durante entrevista na Academia de Futebol
Valdivia durante entrevista na Academia de Futebol

Pediu desculpas inúmeras vezes, agradeceu a Deus e ao Palmeiras pela ajuda, contou que vai processar o fotógrafo e pedir a retirada das imagens e que este tem sido o pior ano de sua carreira.

“Com certeza é o pior ano. Eu estou triste pelo que fiz. E também tem a questão da lesão que me atrapalhou neste ano. O ano não começou bem, mas graças a Deus terminou melhor”, disse.

Falou ainda que está motivado para os últimos jogos da temporada e pretende ficar no Palmeiras. “”Acho que se saísse do Palmeiras agora estaria traindo meus princípios”.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog