Palmeiras começa arrasador, mas vence apertado e vira líder


SPFW 2012
Depois de um começo arrasador, o Palmeiras derrotou a Ponte Preta neste sábado, por 2 a 1, no estádio do Pacaembu, pela 14ª rodada do Campeonato Paulista, e assumiu a liderança provisória da competição.

Com o triunfo, o time alviverde chegou aos 32, dois a mais que o Corinthians, que joga neste domingo e pode recuperar a ponta do Estadual. Já a Ponte Preta caiu para a sétima colocação, com 24 pontos.

Julia Chequer/Folhapress
Marcos Assunção comemora com Juninho o segundo do Palmeiras na partida contra a Ponte Preta, no Pacaembu
Marcos Assunção comemora com Juninho o segundo do Palmeiras na partida contra a Ponte Preta, no Pacaembu

O Palmeiras começou a partida com Daniel Carvalho e Valdivia de titulares, já que Maikon Leite estava suspenso, e conseguiu dois gols nos 11 primeiros minutos. Primeiro com Juninho e depois com Marcos Assunção, em um golaço de falta.

O time da casa deixou o ritmo cair e viu Ferron descontar ainda no primeiro tempo. Os visitantes, porém, não tiveram força para buscar o empate depois do intervalo e pagaram pelo início ruim.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, o Palmeiras, ainda invicto na competição, tem o clássico contra o Corinthians, enquanto a Ponte Preta encara o Guarani, em Campinas.

O JOGO

Bastaram dois minutos para Scolari ter uma resposta positiva da dupla Daniel Carvalho e Valdivia em campo. Logo no primeiro lance da partida, os dois jogadores trocaram passe na entrada da área e a bola sobrou limpa para Juninho tocar na saída do goleiro Lauro para abrir o placar.

Um sinal animador para aqueles que, assim como Scolari, não acreditam na possibilidade de ver Valdivia e Daniel Carvalho juntos no time titular. O Palmeiras continuou absoluto na partida, com toques rápidos, e conseguiu ampliar o placar aos 11min.

Marcos Assunção cobrou falta de longe e mandou a bola no ângulo de Lauro. Golaço. O quarto dele no Campeonato Paulista. Satisfeito com o resultado, o Palmeiras diminuiu o ritmo. Dessa forma, o jogo ficou morno.

A Ponte errou muitos passes no setor ofensivo, principalmente porque encontrou o time alviverde bem postado na defesa. Mas um descuido foi fatal. Aos 36min, Ferron aproveitou um escanteio e cabeceou firme para as redes para diminuir a vantagem dos mandantes.

Apagado no primeiro tempo, Barcos acordou no segundo e teve duas boas chances para marcar, mas não acertou o alvo. Já Daniel Carvalho e Valdivia não se encontraram depois do lance do gol no início da partida. Tanto que Scolari sacou Carvalho aos 30min para colocar Tinga. Pensando até mesmo em fechar os espaços no meio de campo.

A Ponte apostou nos contra-ataques. Mas, mesmo com alguns ataques perigosos e com Rodrigo Pimpão ao lado de Roger na frente, não incomodou o goleiro Deola. O Palmeiras, cansado depois de jogar pela Copa do Brasil no meio de semana, conseguiu se segurar bem na defesa.

Fonte: Da Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog