Polícia do Rio prende suspeito de desaparecimento de modelo

Foi preso nesta quinta-feira um dos suspeitos de envolvimento no desaparecimentoda modelo Luana Rodrigues de Sousa, 21, e de sua amiga Vanessa de Oliveira -as duas foram vistas pela última vez em maio, perto da favela da Rocinha (zona sul), que foi ocupada no domingo (13) após operação das forças de segurança do Rio.

Segundo a polícia, Ronaldo Patrício da Silva, 36, conhecido como Ronaldinho, compareceu à delegacia acompanhado de seu advogado, Fernando Lacerda Soares.

Após pesquisa no setor de Inteligência Policial, os agentes descobriram a existência de mandado de prisão temporária contra ele, que havia sido expedido pela 3ª Vara Criminal do Rio.

Segundo a Polícia Civil, no dia 9 de maio Luana saiu de sua casa, na estrada das Canoas, em São Conrado, zona sul, em direção à favela da Rocinha, dizendo que iria resolver um problema e desapareceu.

A polícia suspeita que Luana transportava drogas para outras comunidades, além de ter relacionamento amoroso com um policial e com Ronaldinho.

De acordo com policiais e moradores, Ronaldinho e um outro criminoso –identificado como Fofão– seriam os responsáveis pelo carregamento de duas toneladas de maconha, apreendidas na comunidade em abril.

Entre os acusados pelo crime também estão Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, que comandava a venda de drogas na comunidade da zona sul e que foi preso na semana passada, e Anderson Rosa Mendonça, o Coelho, também preso.

Ainda estão foragidos Tiago de Sousa Cheru, o Dorey, Rodrigo Belo Ferreira, o Rodrigão.

Informações sobre o paradeiro dos procurados podem ser passadas ao Disque-Denúncia pelo 0/xx/21/2253-1177. O anonimato é garantido.

Divulgação

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog