Posto do Ministério da Saúde na Cidade do Rock atende mais de 700 pessoas

Rock in Rio

Das 796 pessoas que até ontem fizeram teste de HIV no posto do Ministério da Saúde, no Rock in Rio, seis tiveram resultado positivo.

Entre as seis, duas já tinham feito testes que tinham dado positivo: uma integra a rede nacional de portadores do vírus, que queria conhecer o seviço, e outra que se trata há oito anos.

“Quando falamos de atendimento para DST, não podemos dizer que dois mais dois é igual a quatro”, disse Denise Serafina, responsável técnica pelo atendimento no posto, sobre o doente que se trata há quase uma década e fez novo teste.

Serafina disse que as reações dos outros quatro variaram. “Teve aqueles que encararam com objetividade”, contou.

Foi o caso de uma pessoa que disse que já tinha parentes com a doença na família.

Mas houve quem tivesse precisado do apoio de aconselhadores e psicólogos do posto.

Serafina acescentou que o serviço também atraiu quem estivesse iniciando sua vida sexual em busca de informação. “Teve quem fez o teste e disse que era virgem, mas a iniciação sexual não é só com penetração”, lembrou.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog