Pré-estreia de filme de Tancredo acaba em protesto em SP

Adriano Vizoni/Folhapress

Pré-estreia de filme sobre Tancredo
Neves acaba em protesto em São Paulo

Um protesto organizado por um pequeno grupo de estudantes marcou o final da sessão de pré-estreia do documentário “Tancredo – A Travessia”, do cineasta Silvio Tendler, realizada na noite desta segunda-feira no Espaço Unibanco do Bourbon Shopping, na zona oeste de São Paulo.

Aécio domina documentário sobre história de Tancredo
Filme sobre Tancredo corta cena de doações de Maluf
Filme ‘Tancredo’ é emocionante aula de história e política

O grupo esperou a saída dos políticos presentes à sessão, entre eles o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o ex-governador José Serra e o senador de Minas Aécio Neves, todos do PSDB, para gritar palavras de ordem contra os partidos políticos.

Com cartazes com os dizeres “os partidos políticos não nos representam” e “#AcampaSampa”, a última numa livre adaptação do Occupy Wall Street novaiorquino e usando a “hashtag”, linguagem característica do Twitter, os cerca de 20 estudantes esperaram o fim da exibição amordaçados.

Os tucanos não se detiveram com o protesto e não foram admoestados pelos manifestantes, que também pregaram a realização de eleições sem partidos.

O lançamento do filme de Tendler, que narra a trajetória de Tancredo até a morte em 1985, atraiu não só políticos como empresários e celebridades como o ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário. Além da pré-estreia paulista, estão previstos eventos no Rio, em Belo Horizonte e em Brasília.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog