Prefeitura de Sobradinho promoveu a 3ª Conferência Municipal de Cultura

Coferência Cultura Conferência Cultura

“Uma política de Estado para a Cultura: desafios do Sistema Municipal de Cultura” foi o tema da III Conferência Municipal de Cultura do Município de Sobradinho, que aconteceu no último sábado (27), na Câmara Municipal de Vereadores. Promovido pela Prefeitura, através da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (Setuc), o encontro abriu o diálogo entre o poder público e a sociedade civil sobre a institucionalização das atividades culturais.

Participaram do encontro representantes de manifestações culturais, como artesanato, música, teatro, administradores, produtores, enfim, agitadores da arte e cultura sobradinhense. O evento contou com as palestras de Rafael Tuka e Caul Sena, que abordaram entre outros temas, A Cultura no município, o Fundo e o Conselho Municipal de Cultura; a Implementação do Sistema Municipal de Cultura através da reformulação do Sistema Nacional de Cultura (SNC), oportunidade em que demonstraram aos representantes locais os meios, para que os sobradinhenses, por meio do seu Sistema Municipal de Cultura seja inserido no SNC, e possa usufruir dos recursos e projetos do governo estadual, através do Sistema Estadual de Cultura, bem como, em nível federal.

De acordo com a secretária da Setuc, Rita de Cássia Araújo, o objetivo da conferência, de propor estratégias para implementação e consolidação do Sistema Municipal de Cultura, visando aprimorar a articulação e cooperação institucional entre o município e a sociedade civil, foi atendido. Segundo ela, o evento foi fundamental para discutir ações e investimentos para músicos, atores, artistas, entre outras áreas envolvendo o setor cultural do município.

A Conferência Municipal de Cultura ainda teve a prerrogativa de eleger o delegado municipal para a Conferência Estadual e Nacional de Cultura. O prefeito Luiz Vicente Berti, explicou que na Conferência de Cultura foram discutidas as diretrizes que norteiam as políticas do setor para a implementação dos sistemas nacional, estadual e municipal de cultura. “A iniciativa é revertida em beneficio para a população à medida que há a participação efetiva da sociedade civil na definição das políticas públicas de cultura da cidade”, enfatizou.

Vicente disse ainda que o empenho da gestão municipal para realização do evento representa a importância dada pela Prefeitura ao diálogo constante com a sociedade. “E para reforçar esse diálogo permanente, estamos trabalhando, também, na valorização dos artistas locais”, acrescentou.

Finalizando a Conferência foi realizado as apresentações artísticas do Grupo Movimento – Estilo Dança de Rua, Isayas Voz e Violão, Nega Maluca – Cia Mamulengo e Forró do Lunga.

Lidiane Cavalcante

Ascom/ Sobradinho

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog