Príncipe William volta ao Reino Unido após missão nas Malvinas

Handout – 4.fev.2012/Reuters

Príncipe William volta ao Reino Unido <br>após polêmica missão nas Malvinas

O príncipe William, neto da rainha Elizabeth 2ª, voltou ao Reino Unido depois de concluir uma missão nas disputadas ilhas Malvinas como piloto de busca e resgate da Royal Air Force classificada de provocação pela Argentina, anunciou nesta quarta-feira o ministério da Defesa.

A Clarence House, encarregada dos assuntos do príncipe Charles e seus filhos, confirmou a volta de William e informou que o segundo na linha de sucessão à Coroa Britânica será reincorporado em breve a sua base da RAF em Valley, na ilha de Anglesey, norte de Gales.

William passou quase sete semanas no arquipélago sul-americano, sob domínio britânico, mas com a soberania reclamada pela Argentina.

Londres afirmou que se tratou de uma missão de rotina que fazia parte de seu trabalho e progressão de carreira como piloto de busca e resgate, trabalho que o príncipe desempenha desde o final de 2010.

GUERRA

Uma enquete publicada nesta terça-feira no site do jornal “The Guardian”, aponta que 61% dos britânicos acreditam que as ilhas Malvinas devem ser protegidas “a todo o custo”, enquanto apenas 32% são a favor da negociação com a Argentina.

A pesquisa foi realizada duas semanas antes do 30º aniversário da Guerra das Malvinas que opôs Argentina e Reino Unido pela soberania do território.

As tensões entre Londres e Buenos Aires pela posse das ilhas localizadas no Atlântico Sul chegaram a níveis críticos nos últimos meses, após a missão do príncipe William no arquipélago.

O governo argentino acusou os britânicos de “imperialistas” e de militarizar a região. Houve bloqueio nos portos argentinos às embarcações com bandeira de Malvinas, que é comandada pelos britânicos desde 1833.

DA FRANCE PRESSE, EM LONDRES

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog