PT de Belo Horizonte descarta candidatura própria em outubro

O PT de Belo Horizonte deverá optar no próximo fim de semana pela aliança com o prefeito Marcio Lacerda (PSB) na disputa eleitoral de outubro.

A questão, agora, é saber se a resistência de setores petistas à presença do PSDB na aliança com Lacerda poderá de dificultar esse entendimento, formalizado no domingo (18).

Anastasia evita polêmica com PT em BH, mas endossa PSDB
Blog: Por Haddad, PT quer sacrificar candidatura própria em BH
Alckmin eleva tom e cobra aliança do PSB nas eleições

A única certeza até agora na disputa interna no diretório municipal do partido é que a tese da candidatura própria petista foi sepultada ontem em reunião que escolheu os delegados do encontro do próximo domingo (25).

Os delegados que defendem a candidatura própria serão minoria (cerca de 40%) no encontro. Entre os outros cerca de 60%, defensores da aliança com Lacerda, há muitos que defendem a aliança, mas sem o PSDB.

Um deles é o ex-ministro do Desenvolvimento Social Patrus Ananias, que internamente no PT está vinculado à corrente Articulação. O grupo do ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento Econômico) defende o PSDB junto. Na eleição que elegeu Lacerda, em 2008, o PT ficou com o vice da chapa e o PSDB apoiou a aliança informalmente.

Roosewelt Pinheiro – 26.fev.11/ABr
O prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda
O prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda

Agora, na definição para 2012, se delegados do grupo de Patrus, por exemplo, compuserem com os defensores da candidatura própria, pode ser criada uma maioria, e isso levaria a uma situação inusitada, a ser resolvida por instâncias superiores do partido.

O deputado federal Miguel Corrêa Jr., que coordenou a chapa do grupo de Pimentel, diz acreditar que a presença do PSDB na chapa deverá ser formalizada. “Vamos conversar, buscar um acordo. Acho que não haverá problema”, disse.

Um dos indicadores de que a rejeição à presença do PSDB na chapa pode ter diminuído é a fala de Patrus após o resultado. “Com relação à questão do PSDB, não é uma questão dogmática para nós. O fundamental é o compromisso é com os pobres”, disse. Isso não significa, contudo, que Patrus fará campanha ao lado do senador Aécio Neves (PSDB-MG). Recentemente, os dois trocaram críticas públicas.

O presidente do PT-BH, o vice-prefeito Roberto Carvalho, embora derrotado com a tese da candidatura própria, também vai insistir em afastar o PSDB da chapa. “Muitos defendem a aliança sem o PSDB, o que é próximo de quem defende a candidatura própria.”

Fonte: Da Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog