Rainha Elizabeth presta homenagem aos mortos em guerras

Eddie Keogh/Reuters

 

A rainha Elizabeth 2 presidiu neste domingo o ato principal celebrado em Londres em memória dos soldados do Reino Unido e das ex-colônias britânicas mortos em guerras, que contou também com a presença das duquesas Kate Middleton e Camilla Parker-Bowles.

Vestida de preto com uma papoula vermelha –símbolo da celebração– no traje, Elizabeth II foi a primeira a deixar flores no memorial em lembrança dos militares na avenida de Whitehall, no centro de Londres.

A soberana presenciou em seguida os demais membros da família real deixando flores, inclusive seu filho e herdeiro da Coroa, príncipe Charles, além de representantes dos partidos políticos parlamentares, entre eles o primeiro-ministro, David Cameron, e o líder da oposição, Ed Miliband.

Na presença de centenas de soldados e personalidades da Igreja Anglicana e da classe política, mais de 7 mil veteranos marcharam em frente ao memorial para apresentar suas homenagens, seguidos de civis, entre os quais se incluíam 60 viúvas de combatentes mortos.

No dia de memória às vítimas, todo o Reino Unido celebra atos de homenagem, como desfiles militares e serviços religiosos para lembrar os soldados que lutaram pelo Reino Unido nas guerras.

A data cai no domingo de novembro mais próximo do dia 11 (Dia da Lembrança), quando se lembra a assinatura do Armistício do dia 11 de novembro de 1918, que marcou o fim da Primeira Guerra Mundial.

Todas essas celebrações são simbolizadas com uma papoula vermelha que os britânicos colocam nos casacos. Os eventos contribuem para arrecadar verbas destinadas às famílias de militares falecidos.

DA EFE, EM LONDRES

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog