Rogério reclama de intimidação de 4º árbitro por causa de camisa

O goleiro Rogério, do São Paulo, criticou muito nesta segunda-feira o comportamento do quarto árbitro da partida contra o Grêmio, Vinícius Costa, realizada no domingo, em Porto Alegre.

O arqueiro são-paulino afirmou que o quarto árbitro estava nervoso por causa do seu uniforme. Tanto o jogador como a arbitragem queriam jogar de camisa preta.

Lucas Uebel – 12.set.2011/Divulgação
Rogério chuta bola durante a partida contra o Grêmio em Porto Alegre
Rogério chuta bola durante a partida contra o Grêmio em Porto Alegre

“O quarto árbitro já entrou tumultuando no vestiário falando assim: ‘O Héber [Roberto Lopes, juiz da partida] falou que se você for jogar de camisa preta você nem vai entrar em campo’. Aí eu falei, então: ‘vamos ter que avisar a Globo, pois sem goleiro não dá para ter jogo. Como vai fazer com a grade de programação?”, declarou Rogério para a Sportv.

Rogério comentou que a arbitragem tinha três opções de uniformes: preto, azul, que poderia confundir com ao do Grêmio, e amarelo, parecido com a camisa do goleiro gremista Victor.

“Não estou dizendo que foi o Héber [quem mandou]. Mas ele [o quarto árbitro] no final veio e falou: ‘se fosse comigo seria diferente'”, afirmou.

Rogério também reclamou da arbitragem de Héber, mas as principais críticas foram mesmo ao árbitro reserva.

” Ele, o quarto árbitro, chegou com o livro de regras e aí e eu disse a primeira regra que você precisa ter é bom-senso. Não pode chegar intimidando e ameaçando o atleta.”

Em meio à polêmica, Rogério jogou com o seu uniforme parecido com o do juiz..

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog