RS aprova reajuste abaixo do piso para professores

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), conseguiu aprovar na Assembleia do Estado na noite desta terça-feira um projeto que reajusta os salários dos professores da rede estadual para valores abaixo dos estabelecidos pelo piso nacional da categoria.

Professores do RS protestam contra reajuste abaixo do piso

A votação ocorreu após quatro horas de discussões e em meio a protestos de sindicalistas, que lotaram as galerias da Casa e fizeram manifestações do lado de fora.

Pela proposta, o salário da categoria será aumentado em 23,5% até fevereiro de 2013. Os professores pediam que o reajuste fosse imediato.

Deputados oposicionistas consideraram o projeto ilegal, por não respeitar a lei do piso nacional, e tentaram adiar a votação pedindo sucessivas verificações dos presentes. No começo da noite, a oposição se retirou do plenário e os petistas conseguiram aprovar o plano por 29 votos a zero.

O governo afirma que chegou a seu limite financeiro e que não tinha mais como avançar nas propostas. O piso nacional de 40 horas hoje é de R$ 1.451, enquanto o Rio Grande do Sul tem salário inicial de R$ 791.

No começo do mês, o governador criticou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, devido ao último reajuste concedido pelo governo federal na remuneração. Na mesma semana, a Justiça gaúcha mandou o Estado pagar o salário nacional aos professores.

O governo afirma que até 2014 pagará pelo menos R$ 1.260 à categoria. O sindicato vem promovendo paralisações desde a semana passada e espalhou outdoors por Porto Alegre chamando o Estado de “fora da lei”.

Fonte: Da Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog