Scolari libera entrevistas fora do clube para expor jogadores

O técnico Luiz Felipe Scolari afirmou neste sábado, logo após o empate do Palmeiras com o América-MG, por 1 a 1, no Canindé, que os jogadores estão liberados para dar entrevistas fora do clube. A ideia do treinador é expor os atletas para saber quem está prejudicando o time.

Palmeiras só empata com o lanterna
Confira galeria de fotos da partida
Leia as últimas do Palmeiras

O elenco alviverde passou a semana toda sem dar entrevistas. Depois do jogo contra o time mineiro, Valdivia foi o único a dar declarações.

“Quando se fala da porta para fora, expõe-se a cara. Por isso que para fora está liberado. Aí expõe. Lá do portão eles podem falar. Do portão para fora, não é oficial do Palmeiras”, afirmou Scolari.

“Vocês dizem que fora de campo o cara pode fazer tudo. Eu estou dando a oportunidade. Se manifestem fora. Dentro eu vou preservar essa situação”, concluiu.

O treinador disse ainda que vai avaliar se os jogadores poderão dar entrevistas a partir desta semana. “Não definimos nada. Isso é um processo. E nesse processo a gente vai analisando”.

Com o empate, o Palmeiras chegou aos 40 pontos, na oitava colocação, e, conforme palavras do próprio Scolari, se complicou na disputa de uma vaga na Taça Libertadores. Sobre o empate deste sábado, o treinador afirmou que não faltou vontade para vencer.

“Eu não sei o que posso cobrar mais do meu time. Podemos cobrar qualidade, acerto no passe final, chute. Vontade eu não tenho o que cobrar deles, não. Deram o seu melhor, tenho certeza disso. Só que temos umas dificuldades que para outros times essas dificuldades talvez não existiriam”.

Scolari aproveitou a situação para reafirmar que não vai deixar o Palmeiras. “Eu não tenho a intenção de sair. Eu não quero”.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog