Secretaria de Acessibilidade de Petrolina reforça a importância do recadastramento obrigatório para pessoas com deficiência

Pessoas com deficiência já podem realizar perícias para o Recadastramento Obrigatório que dá gratuidade nas passagens dos transportes públicos. A ação acontece na Secretaria de Acessibilidade de Petrolina, situada no centro de Convenções, primeiro andar, das 08h às 12h e das 14h às 18h, de segunda à sexta-feira.

O atendimento é feito por dois médicos e se estenderá por dois meses. A previsão é que por dia sejam periciadas 120 pessoas. Será dado um prazo de 30 dias para que os beneficiários da gratuidade compareçam à perícia. Caso não compareçam, será aberto novo prazo de até 20 dias, para os retardatários e 10 para uma nova perícia dos que tiveram o benefício negado na primeira perícia.

Os documentos necessários são: laudo médico atualizado, com prazo máximo de 90 dias, contendo o código CID da doença ou deficiência, xerox de RG e CPF e comprovante de renda e residência atual. Para os casos em que seja necessário o acompanhante, o beneficiário deverá esta acompanhado da pessoa responsável. Os dois devem comparecer à perícia portando documento de identificação com foto.

“É importante que as pessoas com deficiência compareçam para realizar o recadastramento. É uma forma dessas pessoas garantirem seus direitos e terem mais conforto na hora de utilizar o transporte público”, ressalta a secretária de Acessibilidade de Petrolina, Rosemary Andrade.

Texto: Alinne Torres

Assessoria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Petrolina

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog