Secretaria de Agricultura de Jaguarari realiza o plantio da palma adensada no município

Com o apoio da Secretaria de Agricultura de Jaguarari, A EBDA deu inicio ao programa de plantação de Palma Adensada em algumas comunidades cadastradas em nosso município. Fazenda Lopes, São Miguel, Lagoa da Pedra, Mulungu Laje Grande foram algumas das beneficiadas com o projeto.

Na fazenda São Miguel a plantação compreende dois viveiros com 4 mil raquetes de palmas, em um hectare de terra com previsão de corte para daqui a 1 ano e 6 meses.

Técnicos da EBDA acompanham a introdução do programa nas comunidades atendidas. Em Jaguarari, Jiliarde Ferreira Almeida é o responsável pelo acompanhamento e ressalta que a nova técnica dá a possibilidade de produção em dobro da palma e ocupa apenas 1/3 do terreno. Sendo que a palma é plantada usando espaçamento entre fileiras e raquetes, menor que os normalmente adotados pelos criadores, obtendo-se com isso, uma maior produção de forragem por área. Um hectare de palma plantado no espaçamento de 1 x 0,50m, produz 220 toneladas por hectare a cada dois anos.

A Prefeitura Municipal de Jaguarari, através da Secretaria de Agricultura realizou a compra de 25 mil palmas (raquetes) para atender as associações cadastradas.

O Secretário de Agricultura José de Souza ressaltou que não é apenas a palma que a secretaria doa, como também, a assistência técnica da introdução da palma adensada, adubo e água, se forem necessários.

Um hectare de palma plantado no espaçamento mais adensado – 1 x 0,25m – permite alimentar no período da seca, 33 vacas durante 180 dias com um consumo diário de 50 quilos de palma por vaca. Lembrando que a palma deve ser fornecida ao gado, junto com outros alimentos como feno, silagem, torta de algodão, farelo de soja e outros para aumentar o seu teor protéico.

A secretaria já está em fase de compra de mais 15 mil palmas para a introdução do programa, que atenderá a região leste do município, mais precisamente, Santa Rosa de Lima.

O agricultor e criador de animais de São Miguel, Clementino Souza Bonfim de 66 anos, falou que essa palma será de grande importância para as suas criações, principalmente nos tempos mais difíceis que é o tempo da seca.

Fotos: Clédson Carvalho

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Jaguarari

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog