Secretário da Saúde participa da abertura do Workshop Internacional do PAT

O secretário da Saúde de Juazeiro, Ubiratan Pedrosa, prestigiou nesta quarta-feira (28), a abertura do Workshop Internacional do Projeto Aedes Transgênico – PAT, no auditório Multi Eventos da Univasf. Este projeto – de autoria da Moscamed – conta com o apoio da Secretaria da Saúde de Juazeiro e tem como objetivo solucionar um dos grandes problemas endêmicos do mundo: a dengue.

O evento, que segue até esta quinta (29) conta com a participação de mais de 30 pesquisadores brasileiros e estrangeiros, além de gestores da saúde do país e do exterior. Durante o encontro, a equipe da Moscamed apresentará relatório de atividades das experiências realizadas no bairro Itaberaba e o inicio das atividades no Projeto Mandacaru I, interior da cidade.

O município se sente privilegiado em contar com este trabalho, enfatizou o secretário da Saúde de Juazeiro, Ubiratan Pedrosa. “Este processo de controle da dengue é muito importante. Os agentes semanalmente apóiam a ação em campo com a colocação de armadilhas e coleta de material. Vamos continuar mantendo a Moscamed informada da situação da dengue na cidade para facilitar o desenvolvimento do projeto. Este esforço conjunto é fundamental para que a comunidade tenha mais qualidade de vida, além de dias mais tranqüilos e saudáveis”, disse.

Combate à dengue é fortalecido em Juazeiro e melhora Desempenho do SUS

A Secretaria da Saúde, através dos agentes de endemias e da equipe do Núcleo de Comunicação e Educação em Saúde (Necom) continua o trabalho educativo e de combate da doença. Diariamente os agentes visitam as residências, realizam o controle químico e informam sobre a prevenção e o tratamento. Os profissionais do Necom através de apresentações lúdicas em escolas, hospitais, creches, também alertam a comunidade para prevenção da dengue.

O LIRA – Levantamento Rápido de Infestação da Dengue em março deste ano ficou em 0,9%, abaixo do recomendado pelo Ministério da Saúde que é 1%. “Desta forma, caso as chuvas não retornem tão breve, aponta para o ano sem risco de epidemia de dengue para a população. Mesmo assim é importante que a população tome os cuidados necessários nas suas residências para evitar focos e proliferação do mosquito da dengue. A contribuição de todos é a peça fundamental no enfrentamento de epidemias de dengue”, lembrou o gestor da pasta.

Até o momento foram notificados em Juazeiro 90 casos de dengue e 21 confirmados. Diferente da situação de 2008 quando foram notificados na cidade 4476 casos de dengue e 2967 confirmados.

Avaliação do Ministério da Saúde

No inicio deste mês, os serviços de Saúde em Juazeiro receberam boa avaliação do Ministério da Saúde. A pontuação de 6,24 colocou Juazeiro na liderança do ranking dos municípios de médio porte da Bahia e na quarta posição entre as capitais do Nordeste, além de ter ficado acima da média nacional, avaliada em 5,47, e na frente de Salvador, Recife e Petrolina.

PAT – Projeto Aedes Transgênico

Em fevereiro de 2011, foram iniciadas no Brasil pela Moscamed Brasil as liberações de mosquitos machos de Aedes aegyptide uma linhagem transgênica para combate ao transmissor do vírus dengue. A linhagem RIDL OX513A, produz mosquitos que são geneticamente modificados e que carregam um gene responsável pela morte das larvas durante seu desenvolvimento. O macho transgênico modificado passa essa informação para sua prole que não é capaz de atingir a fase adulta.

Fonte: Por Vânia Castro/Sesau

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog