Seis homens são condenados à prisão perpétua por estupro de turista na Índia

NOVA DELHI, Delhi province (AFP)

NOVA DELHI, Delhi province (AFP)

Seis homens acusados pelo estupro coletivo e roubo de uma turista suíça de 39 anos que viajava pela Índia foram condenados neste sábado à prisão perpétua por um tribunal do centro do país.

“Todos os réus foram condenados e nós estamos satisfeitos com o veredicto”, declarou a promotora Rajendra Tiwari, após o anúncio da decisão por um tribunal especial, indicaram a agência de notícias Press Trust of India e outros meios de comunicação locais.

A turista suíça acampava com seu marido de 30 anos em uma área arborizada do bairro Datia, no estado de Madhya Pradesh (centro), quando foram atacados e roubados em meados de março.

Três meses antes, ocorreu o estupro coletivo de uma estudante de fisioterapia de 23 anos em um ônibus, em Nova Delhi, que morreu de seus ferimentos. Este caso provocou indignação, e pôs em evidência como as mulheres são tratadas na Índia.

Desde o estupro em Nova Delhi, o sistema legal indiano tem sido duramente pressionado para prevenir e punir a violência contra as mulheres.

Da AFP

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog