Servidora do Senado colhe assinaturas para o PSD

Dois funcionários do gabinete da senadora Kátia Abreu participaram da coleta de assinaturas de eleitores de Tocantins para listas de apoio à criação do PSD, o novo partido lançado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, revela reportagem de Daniela Lima, publicada na Folha .

Eleitores que apoiaram as listas disseram à Folha que o fizeram em troca de cestas básicas e dinheiro para remédios. De acordo com esses relatos, os benefícios foram prometidos por aliados da ex-prefeita de Jaú dos Tocantins Eurídice Araújo, funcionária do gabinete da senadora.

Sem investigação, Procuradoria Eleitoral é contra criação de PSD
Procuradoria opina contra criação de dois partidos nanicos
Prazo apertado faz PSD pressionar Justiça Eleitoral
Nova sigla de Kassab reúne deputados com problemas na Justiça

A sigla de Kassab corre para obter o registro, pois precisa ter tudo formalizado até o dia 7 de outubro para que possa inscrever candidatos nas eleições municipais do ano que vem. Para concorrer, um político tem que estar filiado à sigla há pelo menos um ano.

Editoria de Arte/Folhapress

Os dirigentes do PSD já pediram o registro da sigla ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que ainda não julgou se aceita a criação da nova legenda.

Ontem, a vice-procuradora-geral Eleitoral, Sandra Cureau, enviou parecer ao TSE dizendo que se não puder investigar o processo de obtenção de registro do PSD, do prefeito Gilberto Kassab, ela é contra a criação do partido.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog