Sport vence, conta com os resultados e fica perto do acesso

Fotos: Ricardo B. Labastier / JC Imagem

O inesperado aconteceu, o Sport venceu o Paraná por 3×0 na Ilha do Retiro pela 37º rodada da Série B e ficou bastante perto do acesso para a Série A de 2012 graças as derrotas de Vitória e Bragantino para São Caetano e ASA respectivamente. Marcelinho Paraíba e Roberson marcaram para o Leão ainda no primeiro tempo, enquanto Bruno Mineiro ampliou no segundo. Com esse resultado, o Sport saltou para a quarta colocação e finalmente chegou ao G4 com 58 pontos. Para garantir o acesso, basta que o Sport vença o Vila Nova no Serra Dourada no próximo sábado para fazer a festa com a sua torcida. Ainda com riscos pequenos de cair para a Série C, o Paraná recebe o Bragantino no Durival de Brito no mesmo dia.

Leia também:

>  Sem clima de euforia, Mazola convoca torcida para invasão

>  Marcelinho agradece torcida e também pede foco no Sport

PRIMEIRO TEMPO – O primeiro tempo mal começou e o Sport foi para cima do Paraná. Ciente de que precisava da vitória para continuar com chances de obter o acesso, a equipe rubro-negra procurou tomar a iniciativa logo no primeiro minuto de jogo com Marcelinho Paraíba em chute de fora da área.

Sem muito objetivos na competição, já que o risco de rebaixamento é mínimo, o Paraná tocava a bola com mais tranquilidade. A equipe do sul do país fazia um jogo sem pressão como franco atiradora.

E a estratégia do Paraná funcionou melhor nos primeiro minutos. Com mais tranquilidade, o time comandado por Guilherme Macuglia rodava melhor a bola e distribuia bem o jogo pelos extremos. Já o Sport parecia afobado e insistia bastante na jogadas pelo meio. Os laterais Wellington Saci e Moacir, apagados, também não ajudavam.

No entanto, como tinha mais objetivos no jogo, o Sport saiu na frente com Marcelinho Paraíba aos 19 minutos. O meia recebeu bola na entrada da área e arriscou o chute. A bola foi no cantinho do goleiro Zé Carlo e morreu no fundo das redes para delírio da torcida.

O gol deu um pouco mais de tranquilidade para os rubro-negros que tocaram a bola com mais calma. O resultado era suficiente para o Leão e cabia apenas segurar o Paraná, que apesar de chegar com perigo, principalmente com Dinélson, não forçava tanto no ataque.

A situação do Sport melhorou ainda mais com as duas expulsões na equipe do Paraná antes do fim do primeiro tempo. A primeira com Marinho, aos 35, após cometer falta em Wellington Saci e a segunda aos 38 com Everton Garrone após receber o segundo amarelo.

Com dois a mais, o Leão achou mais espaços e ainda conseguiu ir para o intervalo com uma vantagem maior graças ao gol de Roberson aos 43. Uma vitória tranquila da equipe com maior motivação na partida.

SEGUNDO TEMPO – Devido as expulsões e ao placar adverso, o Paraná voltou do intervalo com o claro objetivo de não sofrer mais gols. Dentro dessa cenário, o Sport mandou durante todo o segundo tempo no que mais parecia um treino de ataque contra defesa.

O técnico Mazola Júnior preveu que o Paraná não iria mais agredir e ainda no intervalo tratou logo de por o seu time para frente com a entrada de Bruno Mineiro no lugar de Moacir. Além de dar mais ofensividade, o treinador rubro-negro também resolveu poupar o seu principal jogador, Marcelinho Paraíba, que saiu aplaudido pela torcida devido a mais uma boa partida com a camisa do Sport.

O Leão ainda conseguiria o terceiro gol com Bruno Mineiro aos 42, mas pouco mais importantava para o torcedor que já se encontrava em estado de êxtase com a notícia do gol de empate do São Caetano e a derrota do Bragantino. A euforia foi ainda maior quando souberam que a equipe paulista havia virado o placar em Salvador. Ao final de todas as partidas, a festa rubro-negra foi tamanha que mais parecia que o acesso do Sport já havia sido confirmado matemáticamente.

Ficha do jogo

Sport: Magrão; Moacir(Bruno Mineiro), Tobi, Gabriel e Wellington Saci; Hamilton, Robston, Thiaguinho e Marcelinho Paraíba(Maylson); Willians(Júnior Viçosa) e Roberson. Técnico: Mazola Júnior.

Paraná: Zé Carlos; Marquinho, Flávio Boaventura, Brinner e Lima; Everton Garroni, Itaqui, Cambará e Dinélson(Packer); Marinho e Giancarlo(Jefférson Maranhão). Técnico:Guilherme Macuglia.

Local: Ilha do Retiro. Horário: 16h. Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ). Assistentes: Marco Santos Pessanha e Wagner de Almeida Santos (RJ). Gols: Marcelinho Paraíba aos 19 e Roberson aos 43 minutos do primeiro tempo; Bruno Mineiro aos 42 do segundo tempo. Amarelos: Flávio Boaventura, Zé Carlos, Everton Garrone, Marquinho e Giancarlo para o Paraná; Moacir e Hamílton para o Sport. Vermelhos: Marinho e Everton Garrone pelo Paraná. Público: 20.040. Renda: R$ 133.955

Com o Blog do Torcedor do NE10

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog