Tite diz que momento do Corinthians não assusta

O técnico Tite afirmou neste domingo, logo após a derrota do Corinthians para o Santos, por 3 a 1, no Pacaembu, que o atual momento do seu time não assusta, mesmo após ter perdido a liderança do Campeonato Brasileiro para o Vasco.

Ricardo Nogueira/Folhapress
O técnico Tite durante o jogo contra o Santos
O técnico Tite durante o jogo contra o Santos

A equipe alvinegra conheceu sua quinta derrota nos últimos sete jogos e caiu para a terceira colocação –atrás também do São Paulo.

“Todos os momentos são importantes. [O momento atual] não assusta, mas requer avaliação, retomada de rendimento e resultado”, disse o treinador.

Foi a segunda derrota consecutiva do Corinthians –já havia perdido para o Fluminense no outro fim de semana. Agora, o time se prepara para enfrentar o São Paulo, na quarta-feira, no Morumbi.

“Futebol tem que absorver muito rápido as coisas. Vai para um jogo decisivo, contra um rival direto”, disse Tite, que não quis conversar com alguns torcedores que estavam próximos do vestiário da equipe após o clássico.

“Eu devo todas as explicações ao meu comando, ao presidente e aos atletas que nunca deixaram de se aplicar. Só depois do segundo gol que desequilibrou. Mas em nenhum momento fugiu das responsabilidades. Respeito o torcedor, mas respeito a minha conduta. Não falo com torcedor”, disse.

Quando perguntado sobre pedir demissão do cargo, Tite não quis entrar no assunto. “Eu sou um profissional que trabalho e devo a minha competência e a minha palavra às pessoas que me comandam. É elas que me comandam”.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog