‘Tormento ainda vai continuar’, diz técnico do Cruzeiro

Após o empate contra o Ceará por 2 a 2, neste domingo, em Fortaleza, o técnico do Cruzeiro disse que o resultado derrubou emocionalmente os jogadores do time mineiro, que estava se livrando da degola até os 37min do segundo tempo, mas levou o gol de empate e decidirá sua vida contra o rival Atlético-MG, na última rodada do Brasileiro.

Washington Alves-14.nov.11/Divulgação/VIPCOMM
O técnico Vágner Mancini durante treino do Cruzeiro
O técnico Vágner Mancini durante treino do Cruzeiro

“O tormento ainda vai ser levado [até o jogo contra o Atlético-MG] e isso é difícil porque te derruba emocionalmente, mas temos de ser fortes”, disse o técnico cruzeirense em entrevista coletiva no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

Quando fez 2 a 1 com Ortigoza, o time mineiro estava se garantindo matematicamente na Série A e rebaixando Ceará e Atlético-PR, que perdeu por 2 a 1 para o América-MG e ajudou o co-irmão mineiro. Com um gol de Daniel Marques aos 37min, porém, o Ceará empatou, ganhou sobrevida própria e deu os últimos suspiros para o Atlético-PR.

Agora, o Cruzeiro terá de vencer o rival Atlético-MG para não depender dos resultados dos jogos Atlético-PR x Coritiba e Bahia x Ceará. Na próxima partida, o time celeste não contará com Fábio, Marquinhos Paraná e o atacante Montillo.

As ausências foram lamentadas por Vagner Mancini. “São atletas diferenciados, sentimos as ausências, mas temos elenco. Talvez esteja escrito que esses atletas [reservas] devem entrar nesse momento”.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog