Tropas sírias atacam Homs; hackers invadem sites do regime

Sana/Associated Press

Tanques sírios bombardearam uma cidade estratégica na província de Homs durante a noite de domingo para segunda-feira, ferindo ao menos três civis, informaram ativistas. Há relatos de que as tropas buscavam soldados dissidentes que fugiram para a região.

As forças de segurança atiravam contra pessoas que passavam pela principal estrada da região que leva à fronteira com a Turquia. Soldados desertores vêm apoiando os protestos pró-democracia em al-Rastan, localizada a 20 km da cidade de Homs.

A província de Homs está sob ataque há meses por ser grande centro de manifestações contra o regime do ditador, Bashar Assad. Ao todo no país, a ONU estima que mais de 2.700 pessoas já tenham morrido por ações repressivas do regime.

Um morador de al-Rastan afirmou que havia cerca de 60 tanques e veículos armados. Segundo relatos de domingo, foram mortas mais 12 pessoas em Qusseir, outro município da província de Homs na fronteira com o Líbano.

No mesmo dia dos ataques, ativistas on-line atacaram páginas oficiais na internet de sete das maiores cidades sírias e diversos sites de departamentos do governo.

Os grupos de hackers Anonymous e RevoluSec afirmaram ser os responsáveis pelos ataques, deixando suas marcas nas páginas afetadas, como as do Ministério de Transportes e do Ministério da Cultura.

Os ativistas trocaram imagens dos sites por caricaturas do ditador Assad e divulgaram uma mensagem dizendo “não deixem Bashar monitorar você on-line”, junto com dicas de como evitar o serviço de inteligência sírio na internet, conhecido como exército eletrônico sírio, de acordo com a rede Al Jazeera.

“Antes de tudo, esta operação é pelo povo da Síria e nosso apoio total a ele, que luta por sua liberdade da opressão”, disse um membro do RevoluSec. “Temos o objetivo comum de criar um diálogo saudável e educar o público sobre a situação e expor a censura e os abusos de direitos humanos”.

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog