Uruguai é campeão de inclusão social na América, diz revista americana

O Uruguai é o primeiro colocado no ranking de inclusão social da revista americana “Americas Quarterly” divulgado nesta semana. A publicação, vinculada ao centro de estudos Americas Society/Council of the Americas, avalia apenas alguns países do continente americano –Argentina e Canadá, por exemplo, estão fora.

A vice-liderança ficou para o Chile, campeão do ano passado, seguido por Estados Unidos e Costa Rica. O Brasil caiu de 3º colocado em 2012 para 5º em 2013. Da 6ª à 13ª posição aparecem, respectivamente, Equador, Peru, Panamá, Colômbia, Bolívia, México, El Salvador, Nicarágua, Paraguai, Honduras e Guatemala.

O terceiro lugar para os Estados Unidos se explica porque a pesquisa não não teve acesso a oito subíndices necessários para o ranking.

Para fazer o ranking, foram analisados dados de cada país como inclusão financeira, escolaridade, emprego, acesso à moradia, direitos civis e políticos, direitos das mulheres e dos gays, entre outros.

Nos últimos anos entraram em vigor no Uruguai leis que contribuíram para que os indicadores de inclusão social no país aumentassem, como as que permitem a eutanásia, o casamento gay e o aborto. Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que legalizará a venda de maconha.

Segundo a “Americas Quarterly”, o Uruguai passou o Chile em dois quesitos: direito das mulheres, em que está em 3º lugar contra o 7º do vice, e direitos LGBT, em que aparece em primeiro lugar (o Chile está em 9º).

Fonte: Folha de São Paulo

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog