Vettel vence na Coreia, e Red Bull fatura 2º título no ano

Bicampeão mundial da F-1, o alemão Sebastian Vettel ganhou mais uma prova. Ele liderou o GP da Coreia do Sul, em Yeongam, na madrugada deste domingo, e confirmou a décima vitória na temporada. E, como o australiano Mark Webber terminou em terceiro, a Red Bull garantiu de forma antecipada o campeonato de construtores

Massa diz que detalhes impediram pódio na Coreia do Sul
Bruno Senna lamenta prova e mira disputa com Force India
Crise ainda preocupa e Bahrein pode sair da F-1 em 2012
Veja fotos do GP da Coreia do Sul
Leia mais sobre a F-1

Assim como Vettel, a equipe foi bicampeã. Restam ainda três etapas para o final da temporada 2011, mas a equipe austríaca não pode mais ser alcançada pela McLaren –sua principal adversária. Os ingleses Lewis Hamilton e Jenson Button completaram a prova na segunda e quarta posição, respectivamente. São 558 pontos contra 418.

Apesar dos dois títulos alcançados, Vettel corre para encerrar a temporada da maneira mais perfeita possível. Com dez vitórias, ele está a três de igualar um recorde na F-1. A melhor marca na história é do alemão Michael Schumacher, que venceu 13 provas em 2004, quando estava na Ferrari.

  Jo Yong-Hak/Reuters  
Sebastian Vettel, da Red Bull, comemora vitória no GP da Coreia do Sul
Sebastian Vettel, da Red Bull, comemora vitória no GP da Coreia do Sul

Já a Ferrari, que até fez uma boa prova e lutou pelo pódio, viu os pilotos Fernando Alonso e Felipe Massa terminarem colados, na quinta e sexta colocação, respectivamente.

Massa, inclusive, foi o melhor entre os brasileiros. Rubens Barrichello, da Williams, foi o 12º, enquanto Bruno Senna, da Renault, foi 13º –os dois não pontuaram.

Jaime Alguersuari (Toro Rosso), Nico Rosberg (Mercedes), Sebatian Buemi (Toro Rosso) e Paul di Resta (Froce India) completaram os dez primeiros.

Com o resultado desde fim de semana, Button continua na frente na briga pelo vice. Ele soma 222 pontos contra 212 de Alonso e 209 de Webber. Hamilton tem 196, enquanto Massa conquistou 98 e está praticamente fora da briga.

No dia 30 de outubro será disputado o GP da Índia, 17ª etapa do Mundial de F-1.

A PROVA

A largada do GP da Coreia do Sul foi limpa, sem acidentes. Hamilton e Vettel sustentaram a primeira e segunda colocação, respectivamente, mas Button perdeu o terceiro posto e caiu para um sexto lugar. Inicialmente Massa, com uma largada surpreendente, ficou com o lugar do inglês, mas acabou caindo para quarto após ser ultrapassado por Webber.

A briga pelo pódio ficou centrada nesses pilotos, com Alonso no quinto lugar e com ritmo forte. Vettel, que faturou o título desta temporada na prova anterior, assumiu a primeira posição antes da quinta volta. Liderou de forma tranquila, assim como ocorreu nos outros GPs. Hamilton já travou um duelo mais acirrado pelo segundo posto no pódio.

Além de ser pressionado por Webber, o inglês da McLaren viu a dupla da Ferrari dar trabalho –algo raro nesta temporada. Alonso ficou à frente de Massa pouco antes da metade da prova, encostou em Button e em Webber.

A briga até prometia mais, mas a metade final da corrida foi monótona. Foram poucas ultrapassagens –na frente quase não houve mudanças. Ninguém ameaçou Vettel, que conquistou a décima vitória e foi ao pódio pela 15ª vez em 16 provas –ficou fora apenas no GP da Alemanha, quando foi o quarto colocado.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO GP DA COREIA DO SUL:

1. Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull – 1h38min01s994 (55 voltas)
2. Lewis Hamilton (ING) – McLaren – +12s0
3. Mark Webber (AUS) – Red Bull – +12s4
4. Jenson Button (ING) – McLaren – +14s6
5. Fernando Alonso (ESP) – Ferrari – +15s6
6. Felipe Massa (BRA) – Ferrari – +25s1
7. Jaime Alguersuari (ESP) Toro Rosso – +49s5
8. Nico Rosberg (ALE) – Mercedes – +54s0
9. Sebastien Buemi (SUI) Toro Rosso – +62s7
10. Paul di Resta (ESC) – Force India – +68s6
11. Adrian Sutil (ALE) – Force India – +71s2
12. Rubens Barrichello (BRA) – Williams – +93s0
13. Bruno Senna (BRA) – Renault – a 1 volta
14. Heikki Kovalainen (FIN) – Lotus – a 1 volta
15. Kamui Kobayashi (JAP) – Sauber – a 1 volta
16. Sergio Perez (MEX) – Sauber – a 1 volta
17. Jarno Trulli (ITA) – Lotus – a 1 volta
18. Timo Glock (ALE) – Virgin – a 1 volta
19. Daniel Ricciardo (AUS) – Hispania – a 1 volta
20. Jerome D’Ambrosio (BEL) – Virgin – a 1 volta
21. Vitantonio Liuzzi (ITA) – Hispania – a 3 voltas
22. Pastor Maldonado (VEN) – Williams – não completou
23. Vitaly Petrov (RUS) – Renault – não completou
24. Michael Schumacher (ALE) – Mercedes – não completou

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog