Vice-presidente dos EUA lamenta morte de príncipe herdeiro saudita

O vice-presidente americano, Joe Biden, transmitiu nesta quinta-feira em Riad os pêsames de seu país pela morte do príncipe herdeiro saudita Sultan ben Abdel Aziz.

Biden se reuniu com o governador de Riad, o príncipe Salman ben Abdel Aziz, e com o ministro do Interior, Nayef ben Abdel Aziz,, 78, que deve ser nomeado príncipe-herdeiro para substituir Sultan.

Hassan Ammar/Associated Press
Vice-presidente americano Joe Biden (à dir.) ao lado do príncipe Salman bin Abdel-Aziz; ele oferece condolências pela morte do irmão
Vice-presidente americano Joe Biden (à dir.) ao lado do príncipe Salman bin Abdel-Aziz; ele oferece condolências

O vice dos EUA também foi ao palácio real, mas não se reuniu com o rei Abdullah, 87, que está se recuperando de uma nova cirurgia nas costas, indicaram pessoas próximas ao monarca.

A Casa Branca havia indicado no domingo (23) que os Estados Unidos enviariam uma delegação liderada por Biden à Arábia Saudita.

O presidente americano, Barack Obama, “elogiou o príncipe Sultan por suas múltiplas contribuições nas últimas cinco décadas”, segundo a Casa Branca.

Sultan morreu nos Estados Unidos –aliado tradicional da dinastia Al Saud– e é o primeiro príncipe-herdeiro a morrer antes de ascender ao trono.

Também ministro da Defesa, ele estava desde junho deste ano nos Estados Unidos para realizar um tratamento médico. Em julho, foi submetido a uma cirurgia, sem que fossem divulgadas notícias sobre sua saúde.

DA FRANCE PRESSE, EM RIAD

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog