Willames Costa

Compromisso com a informação

Goiás

Água benta doada por fã é usada em Pedro, diz assessora de Leonardo

Fã do cantor Leonardo e do filho, Ermelinda Falchi, de 67 anos, leva água benta para Pedro, em Goiânia (Foto: Humberta Carvalho/G1)

Ermelinda Falchi leva água benta para Pedro

(Foto: Humberta Carvalho/G1)

Desde que foi internado no Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG), na última sexta-feira (20), o cantor Pedro, filho do também cantor sertanejo Leonardo, tem recebido orações e presentes de vários fãs, que se revezam na porta do hospital. É o caso da aposentada Ermelinda Falchi, 67 anos. Ela levou uma garrafa com água benta, que, segundo a assessora de Leonardo, Ede Cury, está sendo usada no jovem. “Temos certeza de que vai ajudar muito na recuperação do Pedro. É usada no pé dele ou em alguma parte do corpo autorizada pelos médicos”, afirma Ede.

Ermelinda Falchi contou que está acompanhando a situação do cantor desde o primeiro dia. “Eu adoro o Leonardo e os filhos. A gente, como mãe, sabe o que essas famílias passam. Não tenho dúvidas que com a água benta ele vai melhorar, porque a fé move montanhas”, afirma. Além da água benta, Ermelinda também disse que colocou o nome de Pedro na novena do Divino Pai Eterno e pediu ainda para que a assessora entregasse o folhetim de Santa Salete, de quem ela é devota.

Para Ede Cury, essas demonstrações de fé do povo têm contribuido para a recuperação do cantor. “Não atrapalham em nada. É isso que tem feito o Pedro lutar como um louco”, acredita.

Mensagem de fé
A estudante do 6º ano do ensino fundamental Dalva Gabriela Monteiro Dornelas, de 11 anos, esteve na manhã desta terça-feira (24) na porta do Instituto Ortopédico de Goiânia para entregar uma camiseta com uma mensagem de fé e otimismo – “Jesus Salva” – para Ede Cury.

Dalva comentou que a camiseta é um presente para Pedro. “A camiseta é para o Pedro, mas a  frase é também para o Leonardo não se desesperar, pois Deus vai ajudá-lo. O Pedro vai conseguir sair dessa”, diz a menina, que se declarou fã do Leonardo e da dupla Pedro e Thiago. “Estou acompanhando o caso desde o início e torcendo pela recuperação dele”, conta a estudante.

Ede Cury agradeceu a demonstração de carinho e de fé da menina e disse que irá entregar o presente ao cantor Pedro. Ela informou ao G1 que os presentes recebidos são levados pela família ou colocados em uma caixa, localizada na porta da UTI do Instituto Ortopédico. “A intenção é que ele veja os presentes quando sair”, revela.

Hemodiálise
Na manhã desta terça-feira, Pedro começou a ser submetido a uma sessão de hemodiálise, que deve terminar no fim da tarde. O médico intensivista e diretor da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do IOG, Wandervan Azevedo, afirmou ao G1 que o Pedro passou bem a noite de segunda-feira (23) para terça-feira e que não houve intercorrência. “Conseguimos até reduzir um pouco das drogas e ele não teve febre”, comenta.

Ainda de acordo com Wandervan, o inchaço do cérebro reduziu consideravelmente. Sobre a lesão pulmonar, o médico afirmou que Pedro fará um exame de imagem ainda nesta terça-feira e que os resultados serão avaliados até o final desta manhã.

A assessora de Leonardo, Ede Cury, informou que a família está otimista: “Nós ficamos muito felizes com isso. Já são 24 horas depois da para cardiorrespiratória, então é um bom sinal”, avalia. O secretário de Leonardo, Marcelo Borges, também confirmou a melhora de Pedro. Segundo ele, sempre que há alguma mudança no quadro de saúde do jovem, os médicos o avisam. “Ninguém ligou para mim durante a noite”, afirma Marcelo.

Família
Após as complicações ocorridas no fim de semana, a família de Leonardo está conseguindo se recuperar um pouco do estresse vivenciado com a febre de 40 graus e a parada cardíaca que o paciente teve. De acordo com a assessora de imprensa de Leonardo, Ede Cury, na manhã desta terça-feira (24), todos estão descansando. Apenas um primo de São Paulo estava no hospital por volta das 8h. Leonardo visitou o filho no final da tarde de segunda-feira e permaneceu no hospital até as 20h.

Mapa do acidente de Pedro Vale este (Foto: Editoria de Arte/G1)

Transferência
A assessora  de Leonardo disse que a médica coordenadora da UTI do Hospital Sírio Libanês, Ludmila Hajjar, está avaliando a possibilidade de transferir Pedro para São Paulo. “Depende dela”, disse Ede. “O edema reduziu consideravelmente. Já há mais espaço para o cérebro. A lesão pulmonar está estável. Não melhorou nem piorou”, acredita a assessora. Wandervan, observa que o estado do jovem continua grave, mas que a decisão de remover o paciente é da família.

De acordo com a assessora, se tudo correr bem, a remoção deve ser feita do final da tarde desta terça-feira (24) até a manhã de quarta-feira (25). “Sabemos que o quadro dele é grave, mas estamos otimistas. Se ele continuar assim já podemos repensar a remoção”.

A previsão inicial da família era transferi-lo na manhã de segunda. Mas após a parada cardiorrespiratória na madrugada, seguida de febre alta, os médicos do IOG, juntamente com a coordenadora da UTI do Hospital Sírio Libanês, Ludmila Hajjar, constataram que ojovem ainda não pode ser transferido para a capital paulista.

O acidente
O jovem voltava de um show que havia feito com o primo Thiago, filho do falecido cantor Leandro, em Uberlândia. Pedro dirigia sozinho quando aconteceu o acidente, na manhã de sexta-feira (20), no município de Tupaciguara (MG). Ele foi inicialmente levado ao Hospital Municipal de Itumbiara, onde passou por cirurgia para conter hemorragia abdominal, e transferido na sexta-feira para Goiânia.

Fonte: Do G1 GO

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *