Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Alonso vence e quebra jejum na Malásia; Bruno Senna é o 6º

VelocidadeO espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, venceu o GP da Malásia, em Sepang, na manhã deste domingo, e quebrou um jejum pessoal e da equipe italiana na segunda etapa do Mundial de F-1. A prova chegou a ser interrompida por 50min no início.

A interrupção beneficiou em parte Alonso. A forte chuva caiu logo no início alterou a estratégia das equipes, deixando a prova mais lenta. Após a pausa, o espanhol ainda contou com falhas da McLaren, que liderou boa parte da prova com Lewis Hamilton e Jenson Button. Eles terminaram na terceira e 14ª colocação, respectivamente.

O resultado também ameniza a crise na Ferrari, alvo de críticas na pré-temporada. A última vitória de Alonso (e também da Ferrari) foi no GP da Inglaterra, em 10 de julho. Desde então foram 11 provas de jejum. Essa, inclusive, foi a única vitória em 2011.

O mexicano Sergio Perez, 22, da Sauber, surpreendeu e foi o segundo colocado. Foi o primeiro pódio do piloto, que estreou na categoria na temporada passada. O australiano Mark Webber, da Red Bull, foi o quarto colocado.

Já o alemão Sebastian Vettel, companheiro de Webber, teve a corrida prejudica por um toque da Hispania no pneu traseiro. Ele teve de fazer uma parada obrigatória no final da prova e de quarto colocado terminou em 11º.

Entre os brasileiros, Bruno Senna, da Williams, surpreendeu. Ele teve uma largada ruim, chegou a estar entre os últimos antes da prova ser interrompida. Se recuperou e conseguiu pontuar pela primeira vez no ano. Foi o sexto e somou oito pontos.

“Estou super contente. Foi uma corrida que começou dando tudo errado. Depois recuperei. Ainda temos o que melhorar no carro”, disse Bruno Senna à TV Globo.

Já Felipe Massa, da Ferrari, teve uma participação sem brilho. Se esforçou para ficar entre os dez melhores, mas perdeu o ritmo ainda na primeira metade e foi o 15º.

A terceira etapa do Mundial será no dia 15 de abril, no GP da China.

Bazuki Muhammad/Reuters
Fernando Alonso, da Ferrari, comemora vitória na Malásia; clique e veja fotos
Fernando Alonso, da Ferrari, comemora vitória na Malásia; clique e veja fotos

A PROVA

A largada em Sepang foi sem chuva, mas bastaram alguns poucos segundos para começar uma tempestade. Embora prevista, a mudança repentina no clima fez as equipes alterarem suas estratégias.

Felipe Massa, por exemplo, parou na quarta volta para colocar os pneus de chuva. Alonso seguiu o mesmo caminho. Antes da dupla, Perez tinha feito o mesmo. McLaren, Red Bull e Mercedes (primeiros colocados) foram as últimas equipes a mudar.

Apesar das dificuldades, Hamilton conseguiu manter a ponta, seguido por Button, Grosjean (que abandonou a prova após a terceira volta), Webber, Vettel e Alonso.

Na sétima volta, o safety car entrou na pista. Com o circuito encharcado, os pilotos demonstravam dificuldade para manter o controle do carro e a aderência na pista.

Antes de completar a nona volta a bandeira vermelha foi acionada e o GP da Malásia foi interrompido. Nesse momento, Hamilton liderava, seguido por Button e Perez. Massa era o oitavo e Bruno Senna, o 23º.

Achmad Ibrahim/Associated Press
Safety car foi acionado no início da prova por causa da chuva; clique e veja fotos
Safety car foi acionado no início da prova por causa da forte chuva; clique e veja fotos

Foram 50min de intervalo até que a prova fosse retomada. A volta foi com o safety car, que deixou a pista assim que os pilotos completaram a 12ª volta.

O retorno não foi positivo para a McLaren. Hamilton teve problemas no pit e Button, que liderava, bateu no retardatário Karthikeyan. Com o carro avariado, o inglês ficou distante da briga pelo pódio. Cruzou a linha de chegada em 14º.

Alonso assumiu a liderança. Registrou a volta a mais rápida seguidas vezes e sustentou o primeiro posto, seguido por Perez (surpreendentemente em segundo) e Hamilton.

Com menos de dez voltas do final, Perez encostou em Alonso e iniciou um duelo interessante pelo primeiro posto. Contudo, o mexicano cometeu um erro e saiu da pista na curva perto dos boxes. Assim, Alonso confirmou a 28ª vitória na carreira.

Já Vettel, quarto a 11 voltas do final, foi prejudicado por um toque da Hispania e teve o pneu traseiro furado. Assim como Button, ficou longe dos líderes. Terminou em 11º.

A emoção, então, ficou por conta do brasileiro Bruno Senna. Após um início ruim e uma parada forçada logo após a saída, ele se recuperou e fez uma corrida com ritmo forte. Ele brigou por um posto entre os dez melhores e foi o sexto. Em uma prova, somou mais pontos do que a Williams em 2011 inteiro.

Bazuki Muhammad/Reuters
Sergio Perez, da Sauber, comemora segunda colocação na Malásia; clique e veja fotos
Sergio Perez, da Sauber, comemora segunda colocação na Malásia; clique e veja fotos

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO GP DA MALÁSIA:

1. Fernando Alonso (ESP) – Ferrari – 2h44min51s812 (56 voltas)
2. Sergio Perez (MEX)- Sauber – +2s2
3. Lewis Hamilton (ING) – McLaren – +14s5
4. Mark Webber (AUS) – Red Bull – +17s6
5. Kimi Räikkönen (FIL) – Lotus – +29s4
6. Bruno Senna (BRA) – Williams – +37s6
7. Paul di Resta (ESC) – Force India – +44s4
8. Jean-Eric Vergne (FRA) – Toro Rosso – +46s9
9. Nico Hulkenberg (ALE) – Force India – +47s8
10. Michael Schumacher (ALE) – Mercedes – +49s9
11. Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull – +75s5
12. Daniel Ricciardo (AUS) – Toro Rosso – +76s8
13. Nico Rosberg (ALE) – Mercedes – +78s5
14. Jenson Button (ING) – McLaren – +79s7
15. Felipe Massa (BRA) – Ferrari – +97s3
16. Vitaly Petrov (RUS) – Caterham – a 1 volta
17. Timo Glock (ALE) – Marussia – a 1 volta
18. Heikki Kovalainen (FIL) – Caterham – a 1 volta
19. Pastor Maldonado (VEN) – Williams – a 2 voltas
20. Charles Pic (FRA) – Marussia – a 2 voltas
21. Narain Karthikeyan (IND) – Hispania – a 2 voltas
23. Pedro de la Rosa (ESP) – Hispania – a 2 voltas
22. Kamui Kobayashi (JAP) – Sauber – não completou
24. Romain Grosjean (FRA) – Lotus – não completou

Fonte: Da Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *