Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Apesar de Zagallo, Del Nero já é favorito para ser vice da CBF

O mistério do indicado da FPF (Federação Paulista de Futebol) para a vice-presidência da CBF na região Sudeste durou menos de 24 horas e não revelou surpresa: o nome é o do presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, 71.

Del Nero atua em ação judicial da Copa
Marco Polo Del Nero substitui Teixeira no Comitê Executivo da Fifa
Veja imagens da carreira de Zagallo

Ele vai disputar o posto com Mário Jorge Lobo Zagallo, 80, o homem da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), em eleição a ser marcada para julho ou agosto. Pela geografia da entidade, apenas Rio e São Paulo integram a região.

Opositores já consideram “barbada” a vitória de Del Nero, que se tornaria, como vice mais velho, o primeiro da fila para substituir o presidente José Maria Marin, 79, caso ele saia antes de 2015.

Gabo Morales/Rafael Andrade/Folhapress
Marco Polo Del Nero e Mario Jorge Lobo Zagallo são os indicados à vice da CBF
Marco Polo Del Nero e Mario Jorge Lobo Zagallo são os indicados à vice da CBF

“Se houver mesmo uma disputa, acho que o Marco Polo ganha fácil. Quem é que vai votar contra a indicação do presidente da CBF?”, disse Francisco Novelletto, presidente da federação gaúcha e opositor da hegemonia paulista à frente da CBF.
disputa pelo poder

A confirmação foi feita ontem pela manhã, durante a definição das datas das finais do Campeonato Paulista, reunião na qual Marin esteve presente na sede da FPF.

Del Nero e Marin ainda tentaram manter o nome em sigilo, o que gerou até uma saia justa: enquanto Del Nero confirmava que era ele o escolhido, logo atrás Marin dava entrevista dizendo que não poderia revelar o nome.

“Ele confirmou? Se ele confirmou…”, disse Marin depois que soube da confirmação.

A Folha apurou com dirigentes ligados à CBF que existe a possibilidade de ser oferecido a Zagallo um cargo simbólico, para não parecer que teve o nome rejeitado.

Na eleição, votam os 27 presidentes das federações e os 20 representantes dos clubes da Série A. Para participar, é preciso ter apoio de oito federações e cinco clubes.

“Vamos tentar compor, chegar a um consenso, essa disputa não faz bem ao futebol brasileiro”, disse Delfim de Pádua Peixoto, presidente da federação catarinense, que apoia Marin. Ele será o chefe de delegação da seleção na Olimpíada de Londres.

Se eleito, Del Nero pedirá licença da presidência da FPF para não acumular os cargos.

Fonte: Da Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *