Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Após acordo, Jilmar Tatto assume liderança do PT na Câmara

O deputado Jilmar Tatto (SP) é o novo líder do PT na Câmara. Ele faz parte, no partido, do mesmo grupo político do presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS).

Sua vitória representa mais uma derrota para o líder do governo, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP). A disputa em torno da liderança repetiu o confronto entre grupos comandados de um lado por Vaccarezza e do outro por Maia.

O líder do governo defendia que a liderança ficasse com José Guimarães (PT-CE). Pelo acordo fechado na manhã de hoje, o deputado do Ceará deve ficar com a liderança no ano que vem.

Pesou também contra Guimarães o fato de seu assessor ter sido pego com dinheiro na cueca, quando tentava embarcar em um aeroporto. Guimarães, no entanto, negou que isso tenha influenciado na escolha.

O presidente Lula teve que ser acionado, por telefone, para participar das negociações. O temor era de que mais um racha ficasse público no PT em ano eleitoral.

Agora, o grupo comandado por Marco Maia comanda três dos quatro postos mais importantes na Câmara: a presidência, a liderança do PT e a principal comissão da Casa, a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), que será presidida por Ricardo Berzoini (PT-SP). Enquanto o grupo comandado por Vaccarezza tem apenas a liderança do governo.

Vaccarezza negou que a escolha de seu rival no partido signifique mais uma derrota pessoal. “Pelo contrário, é uma vitória do partido.”

Com o discurso da união partidária, o novo líder do PT citou como prioridades da legenda na Câmara para este ano a reforma eleitoral, o Código Florestal, o projeto sobre a nova divisão dos royalties do pré-sal e a criação do novo fundo de previdência complementar do servidor público.

O nome de Tatto ainda precisa ser chancelado em reunião da legenda, marcada para esta terça-feira (7), na Câmara.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *