Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Após caso Pimentel, FHC defende regulamentação de consultorias

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu nesta sexta-feira uma regulamentação para a prática de consultoria para pessoas que trabalharam no poder público.

Ao ser questionado sobre o caso do ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento e Indústria), o tucano disse que deveriam existir regras como a quarenta.

“Como não há regra, as pessoas fazem consultoria”. Para ele, a consultoria em si não é um problema.

Pimentel diz estar ‘tranquilo’ sobre denúncias e considera episódio superado
Sócio de Pimentel diz que deixa cargo para preservar ministro
Secretário do PT chama de ‘hipocrisia’ denúncias contra Pimentel
Empresa contratada por Pimentel pagou R$ 400 mil a petista

“A questão toda é consultoria ou é advocacia administrativa? Se for consultoria, tudo bem”, disse o ex-presidente, em entrevista coletiva após a sabatina promovida pelaFolha em parceria com o UOL.

Sobre o caso do ministro, FHC preferiu não comentar. “Não eu tenho as informações.”

Ele, no entanto, rebateu declaração do presidente do PT, Rui Falcão, de que Pimentel está acima de qualquer suspeita. “Na democracia, todos são iguais perante a lei.”

Prefeito de Belo Horizonte até 2008, Pimentel tem sido alvo de reportagens que associam seus negócios como consultor, antes da campanha de 2010, a empresas ligadas à prefeitura da cidade.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *