Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Após levar soco, Liedson divide reconhecimento

Foi a saída de Liedson que desencadeou a queda de desempenho do Corinthians na tabela. Foram dois gols dele que determinaram uma vitória sobre o Flamengo por 2 a 1, na quinta-feira, e a retomada da liderança do Brasileiro.

Ainda falta muita coisa, diz Liedson, após vitória
Após virada, Tite evita euforia e fala em mais decisões
Com dois de Liedson, Corinthians vira e recupera liderança
Veja galeria de fotos do clássico
Leia as últimas do Corinthians

Explica-se: a presença do jogador permite que o time atue, de fato, com seu esquema preferido de três atacantes, dois pelas laterais. Para melhorar o cenário, Liedson jogava em cima de dois zagueiro inseguros, Welinton e Gustavo. No caso do último, houve também violência. O atacante levou um soco dele no segundo tempo.

O atacante foi atendido fora de campo. Enquanto isso, seus companheiros pediam a expulsão do flamenguista. Mas o golpe desencadeou uma reação no jogador.

“Tomei soco mesmo. Não fiz nada. Eles batem e a gente responde futebol. Fiquei com ódio, entre aspas”, explicou o centroavante.

Rubens Cavallari/Folhapress
Liedson comemora gol pelo Corinthians contra o Flamengo
Liedson comemora gol pelo Corinthians contra o Flamengo

Ao contrário de outras estrelas, ele fez questão de dividir méritos na hora da consagração. “Mantivemos a concentração. O mérito é de todos nós”, disse Liedson.

Apesar do entusiasmo, o artilheiro também ressaltou que ainda faltam muitas rodadas para o final do campeonato. Mas ele espera ver o time jogando como ontem. Será necessário também ao Corinthians preservar o atleta, já que ele tem um problema crônico no joelho.

 

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *