Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Argentina aceita coordenação da ONU em negociações por Malvinas

Presidente da Assembleia Geral coordenará negociações com Reino Unido.
Argentina vê provocação em envio de navio a arquipélago alvo de disputa.

O governo argentino aceitou oficialmente, nesta terça-feira (14), que o presidente da Assembleia Geral da ONU, Nassir Abdulaziz Al-Nasser, coordene eventuais negociações com o Reino Unido na disputa sobre a soberania das Ilhas Malvinas, sob controle de Londres desde 1833, segundo carta enviada pelo chanceler argentino Héctor Timerman.

Na sexta-feira passada, Timerman reuniu-se separadamente com Al-Nasser e com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, aos quais denunciou a “militarização” do Atlântico Sul, depois de o Reino Unido ter enviado um destróier à região das Malvinas, onde há quase 30 anos os dois países entraram em guerra pela posse desse arquipélago austral.

Na carta, o chanceler argentino evocou as resoluções do organismo relacionadas a que ambas as partes negociem suas divergências, ressaltando, no entanto, que a Argentina “enfrenta a persistente negativa britânica” de cumprir com essas iniciativas.

Nas últimas semanas, foi observada uma escalada no clima de tensão entre Argentina eReino Unido, a menos de dois meses do 30º aniversário do começo da guerra no arquipélago.

No conflito bélico de 74 dias, que começou no dia 2 de abril de 1982, morreram 649 argentinos e 255 britânicos e culminou com a rendição a nação sul-americana, então governada por uma ditadura militar.

Da France Press

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *