Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Atentado suicida no Afeganistão deixa ao menos 15 mortos

Ao menos 15 pessoas morreram em um ataque suicida perpetrado em um funeral no norte do Afeganistão, na província de Takhar, segundo informações oficiais. A polícia disse ainda que mais dezenas ficaram feridas durante o atentando na cidade de Talogan.

O porta-voz do governo, Faid Mohammad Tawhedi, afirmou que um parlamentar está entre as vítimas fatais do ataque, o político identificado como Abdul Mutaleb Baik.

A província de Takhar, a 250 km de Cabul, é uma das regiões cujo controle da segurança está sendo passado para as autoridades afegãs –antes ele era responsabilidade da Otan, a aliança militar do Ocidente. Apesar de atentados suicidas serem raros na região, a província foi alvo de diversos ataques no último ano.

A notícia vem no mesmo dia em que o Ministério do Interior do país informou que as forças de segurança haviam matado 30 supostos insurgentes e prendeu mais sete em uma série de ataques da Otan, do Exército e da polícia pelo Afeganistão.

Ainda não se sabe quem é o responsável pelo ataque deste domingo, mas as desconfianças recaem sobre o Taleban, que ataca repetidamente figuras de destaque do governo afegão.

No dia 20 de setembro, o ex-presidente do Afeganistão Burhanudin Rabbani, que dirigia as negociações de paz com o Taleban, morreu em um atentado suicida em Cabul.

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *