Willames Costa

Compromisso com a informação

Saúde

Atores de filmes pornôs em Los Angeles terão de usar camisinha

O prefeito de Los Angeles, Antonio Villaraigosa, assinou uma lei na segunda-feira (23) que obriga atores de filmes pornôs produzidos em Los Angeles a usarem preservativos durante as gravações.

Os representantes desse mercado afirmam que a decisão pode afetar os negócios, fazendo com que Los Angeles perca o posto de “capital do sexo”.

A segunda maior metrópole dos Estados Unidos abriga uma bilionária indústria pornográfica. Estima-se que 90% dos filmes feitos no país são rodados em Los Angeles.

“A cidade fez a coisa certa”, disse o presidente da Aids Healthcare Fundation, Michael Weinstein. “Eles [os legisladores] fizeram a coisa certa para os atores.”

Weinstein lembrou que o uso da camisinha é essencial na prevenção contra o vírus do HIV e de DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).

Nos últimos seis anos, a fundação se empenhou na aprovação da lei, que vai vigorar após 41 dias da sua publicação oficial, que deve ocorrer ainda nesta semana.

Segundo Weinstein, a lei não exige o preservativo em caso de sexo oral porque a transmissão por essa via não é tão significativa quanto à de outras formas de relações sexuais.

A forma como a lei será aplicada ainda não está totalmente clara. Uma das possibilidades é o pagamento de uma taxa pelas produtoras, que seria usada para manter postos para checagem nas locações dos filmes.

Várias empresas do setor disseram que estão considerando se mudar para outra área. Pela norma antes em vigor, os atores tinham de se submeter a testes de HIV a cada 30 dias.

DA ASSOCIATED PRESS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *