Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Atriz iraniana é banida do país após foto nua

A atriz iraniana Golshifteh Farahani não é mais bem vinda no Irã depois de ter pousado nua para a publicação francesa “Le Figaro Madame”, como forma de protesto contra as restrições impostas às mulheres no seu país natal.

“Um comunicado do Ministério da Cultura e Orientação Islâmica me disse que o Irã não precisa de atores ou artistas e que eu poderia oferecer meus serviços em outro lugar” disse Farahani.

Alberto Pizzoli – 3.set.11/France Presse
A atriz Golshifteh Farahani pousou nua para a publicação francesa "Le Figaro Madame" e gerou escândalo
A atriz Golshifteh Farahani pousou nua para a publicação francesa “Le Figaro Madame” e gerou escândalo

A atriz, que mora em Paris, deixou o Irã no ano passado em protesto contra códigos islâmicos restritivos que a indústria de cinema iraniano tem que seguir no governo conservador de Ahmadinejad.

O comunicado dizia ainda para não voltar para seu país natal.

A publicação da foto acontece no mesmo momento em que o filme iraniano “A Separação”, de Asghar Farhadi, foi premiado com o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, em meio à repressão do governo iraniano à indústria cinematográfica.

O último capítulo da polêmica foi o fechamento do Instituto Casa de Cinema em Teerã.

Farahani já participou de vários filmes iranianos, inclusive do próprio Farhadi, e contracenou com Leonardo Di Caprio no filme Rede de Mentiras, em que interpreta uma enfermeira muçulmana.

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *