Willames Costa

Compromisso com a informação

Economia

Bolsas europeias caem após 4 dias, puxadas pelos bancos

As ações europeias caíram com um volume baixo de negócios nesta quarta-feira, interrompendo quatro dias de ganhos, lideradas pelos bancos depois que o italiano UniCredit precificou sua emissão de direitos com um enorme desconto, realçando a luta que o setor enfrenta para levantar fundos.

O índice FTSEurofirst 300 das principais ações europeias fechou em queda de 0,62%, a 1.021 pontos, em números preliminares, depois de ter subido 4,5% nos quatro dias anteriores.

Os papéis do UniCredit foram os de pior desempenho na Europa, em queda de 14,5%, depois de ter lançado uma emissão de direitos dois-por-um, de 7,5 bilhões de euros (US$ 9,8 bilhões), com um desconto de 69% em relação ao preço de fechamento das ações na terça-feira.

“Estamos descobertos em UniCredit; não há dinheiro suficiente para apoiar o setor bancário”, disse o diretor administrativo da SVM Asset Management, Colin McLean.

“Os bancos italianos estão sendo impactados pelos problemas de financiamento e eu acredito que eles precisarão de mais emissões de direitos. Eu acho que eventualmente alguns bancos serão quase nacionalizados.”

Em Londres, o índice Financial Times declinou 0,55%, a 5.668 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX baixou 0,89%, para 6.111 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 teve queda de 1,59%, a 3.193 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib caiu 2,04%, para 15.327 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 1,72%, a 8.581 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 baixou 1,9%, para 5.592 pontos.

DA REUTERS, EM LONDRES

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *