Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Brasil agora diminui de tamanho na Série B

Guarani comemora o vice-campeonato (Yasuyoshi Chiba-13.mai.3012/France Presse)

Disputar a Série B já foi como fazer uma viagem por todos os cantos do Brasil, com paradas obrigatórias em ao menos metade dos Estados.

Mas não é mais assim.

A competição, que começa hoje com três partidas, tem a menor diversidade estadual deste século.

Os 20 clubes representam nove Estados diferentes. Na edição anterior, eram 11. Em 2010, 12. Onze anos atrás, com maior número de participantes, chegaram a ser 16.

Regiões que eram tradicionais no campeonato desapareceram. O Pará está fora desde 2008. Amazonas participou pela última vez em 2006.

Os clubes da periferia do futebol foram substituídos por de centros mais ricos, repetindo fenômeno que havia elitizado a primeira divisão.

São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná são casas de 13 dos 20 times que buscam quatro vagas na elite de 2013. E que tentam evitar o rebaixamento para a ainda descentralizada Série C.

“Do jeito que está, a tendência é piorar. Só vai sobrar o interior de São Paulo, porque é uma região rica, com indústrias, mesmo com times que não têm torcida”, prevê o presidente do potiguar ABC, Rubens Guilherme Dantas.

Pela transmissão em TV dos seus jogos no Estadual do Rio Grande do Norte, o clube de Natal recebeu R$ 60 mil em 2012. No Paulista, as cotas para os times pequenos foram de R$ 1,92 milhão.

NA TV
Ceará x América-MG
21h
Sportv (menos CE)

Fonte: Da Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *