Willames Costa

Compromisso com a informação

Destaque

Câmara arquiva representação contra Marco Maia

A Mesa Diretora da Câmara rejeitou investigar o presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), por supostamente ter dado ordens para a Polícia Legislativa a agir além de suas atribuições.

A representação foi apresentada ontem à corregedoria pelo PPS, com base em matéria da revista “Veja”, que mostrou que agentes legislativos intimaram um sem-terra, um lavador de carros e um vigilante, moradores no município mineiro de Unaí, para “apurar” uma alegada “chantagem” contra o deputado federal Roberto Policarpo (PT-DF).

A parte da representação que trata das investigações da Polícia Legislativa feitas no caso do parlamentar do DF deve continuar. A decisão da Mesa para arquivar a parte referente a Marco Maia foi unânime.

“Foi acatada a inépcia da representação contra Marco Maia, pois ficou claro que ele não sabia de nada. Mas o restante, que diz respeito a Policarpo, deve continuar. Temos que apurar a função da Polícia aqui da Casa”, disse o deputado Júlio Delgado (PSB-MG), quarto-secretário da Casa.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *