Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Caminhões são flagrados na marginal Tietê no 1º dia de restrição

Grande quantidade de caminhões circulou pela marginal Tietê na manhã desta segunda-feira mesmo após ter entrado em vigor a restrição a esse tipo de veículo na via e em outros importantes corredores de São Paulo.

Marginal Tietê terá restrição a caminhões a partir de hoje

A proibição aos caminhões ocorre nos horários de pico de segunda a sexta –das 4h às 10h e das 16h às 22h. Aos sábados, das 10h às 14h.

Apesar disso, a reportagem contou 34 caminhões circulando na altura da ponte do Cruzeiro do Sul em apenas um minuto nesta segunda, durante o período de proibição. A contagem foi feita nas três pistas, no sentido Castello Branco.

Após o horário de restrição a quantidade de caminhões na via aumentou ainda mais.

Robson Ventura/Folhapress
Caminhões circulam na marginal Tietê no primeiro dia de restrições
Caminhões circulam na marginal Tietê no primeiro dia de restrições

A reportagem flagrou também caminhões na Salim Farah Maluf, onde também está restrita a circulação de caminhões. A medida vale ainda em avenidas como General Edgar Facó, Ermano Marchetti, Marquês de São Vicente, avenida do Estado e Juntas Provisórias.

A medida, por enquanto, é apenas educativa. Multas aos infratores –R$ 85,12– só serão aplicadas em janeiro de 2012. Além da multa, os caminhoneiros receberão quatro pontos na carteira pelo descumprimento da regra.

SINALIZAÇÃO

Neste primeiro dia de restrição foi difícil encontrar sinalização de alerta aos caminhoneiros. Para quem vinha da rodovia Ayrton Senna nenhuma placa ou faixa foi encontrada nos 10 km que antecedem o acesso à marginal.

Já na marginal Tietê, a reportagem encontrou a primeira faixa de sinalização na ponte da Vila Guilherme. Entre esta ponte e a ponte do Piqueri foram vistas sete faixas. Todas com letras bastante pequena, dificultando a leitura.

O objetivo da medida, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), é aumentar em 20% a velocidade nessas vias.

A proibição terá exceções (como aos VUCs, veículos com até 6,3 metros, e obras de emergência), mediante cadastro prévio, além do acesso ao Ceagesp.

Editoria de Arte/Folhapress

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *