Willames Costa

Compromisso com a informação

Destaque Esporte

Campeão da Indy diz que mega acidente foi ‘errinho de alguém’

O piloto Dan Wheldon, de 33 anos, morreu no domingo em um grave acidente envolvendo 15 carros durante a prova da categoria Indy no autódromo de Las Vegas. Para o campeão da temporada, o escocês Dario Franchitti, houve “um errinho de alguém”.

Tony Kanaan desiste de prova na Austrália após morte de piloto
Inglês ganha homenagem de fãs em frente ao portão de Indianápolis
Pilotos da Indy comentam acidente ‘horrível’ e de ‘cinema’
Veja mais fotos do mega acidente

O acidente, que chocou o mundo do automobilismo, aconteceu na 12ª volta da prova de 300 milhas. Logo depois da curva 2 do circuito oval, o carro do britânico decolou e bateu na cerca de proteção. A pista ficou cheia de destroços em chamas.

Scott Olson/Getty Images/France Presse
Fãs fazem tributo a Wheldon no portão do circuito de Indianápolis; clique na foto e veja galeria
Fãs fazem tributo a Wheldon no portão do circuito de Indianápolis; clique na foto e veja galeria

Wheldon, que morava na Flórida, foi levado de helicóptero ao Centro Médico Universitário de Las Vegas, e teve sua morte anunciada duas horas depois. Nesta segunda-feira, fãs prestaram homenagem ao inglês em frente ao portão principal do circuito de Indianápolis, prova que venceu duas vezes (2005 e 2011).

A corrida foi cancelada e os pilotos voltaram mais tarde para um tributo de cinco voltas. O escocês Dario Franchitti, britânico como Wheldon, chorava incontrolavelmente ao ser instalado no carro.

Com o cancelamento da prova, Franchitti ganhou seu terceiro título consecutivo da categoria. O escocês conhecia Wheldon desde que este tinha seis anos de idade.

“Com cinco voltas eu já via as pessoas começando a fazer loucuras”, afirmou Franchitti, que também foi colega de equipe de Wheldon na Andretti Green Racing.

Figura popular, Wheldon foi campeão da categoria Indy Racing League em 2005, e venceu as tradicionais 500 Milhas de Indianápolis (Indy500) naquele ano e em 2011 – centésimo aniversário do evento.

Wheldon não corria desde a vitória de maio na Indy500. Ele podia conquistar um prêmio de 5 milhões de dólares na prova de Las Vegas, a última da temporada, caso o ganhador da corrida fosse um piloto que não tivesse disputado a temporada inteira.

Robert Laberge/Getty Images / France Presse
Carro pega fogo em acidente que envolveu 15 pilotos em Las Vegas; clique na foto e veja galeria
Carro pega fogo em acidente que envolveu 15 pilotos em Las Vegas; clique na foto e veja galeria

Embora não fosse tão conhecido na Grã-Bretanha quanto os astros da Fórmula 1, Wheldon podia se considerar um dos mais bem sucedidos pilotos do seu país.

Depois de vencer oito títulos nacionais no kart e de ficar em terceiro lugar no campeonato britânico da Fórmula Ford em 1998, Wheldon se mudou para os Estados Unidos em busca de melhores oportunidades.

Conquistou o título da F2000 em 1999, com seis vitórias, e passou para a IndyCar, onde foi eleito estreante do ano em 2003. Seria campeão em 2005, com seis vitórias pela Andretti Green. Depois correu pelas equipes Panther e Bryan Herta Autosport.

Steve Marcus-16.out.2011/Reuters
O piloto escocês Dario Franchitti emocionado dentro do carro durante tributo na pista de Las Vegas
O piloto escocês Dario Franchitti emocionado dentro do carro durante tributo na pista de Las Vegas

DA REUTERS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *