Willames Costa

Compromisso com a informação

Destaque Mundo

Capela Sistina recebe últimos preparativos antes de conclave

Área externa da Capela Sistina, no Vaticano, neste sábado (9) (Foto: Juliana Cardilli/G1)
Área externa da Capela Sistina, no Vaticano, neste sábado (9) (Foto: Juliana Cardilli/G1)

Os trabalhos de preparação da Capela Sistina, onde será realizado o conclave que irá eleger o novo Papa, ainda eram feitos neste sábado (9), três dias antes da votação. O Vaticano permitiu nesta tarde o acesso dos jornalistas ao local.

Diversos funcionários faziam ajustes no piso, trabalhavam em peças de madeira ou acertavam outros detalhes. Os dois fornos usados para queimar as cédulas e outros materiais usados pelos cardeais durante o conclave e também o que irá produzir a fumaça preta ou branca que indicará o resultado das votações já foram instalados – assim como a tubulação que leva até o telhado da capela. Nesta manhã, a chaminé por onde sairá a fumaça também foi instalada.

Fornos que serão usados para queimar as cédulas e outros materiais usados pelos cardeais durante o conclave na Cepela Sistina (Foto: Juliana Cardilli/G1)
Fornos que serão usados para queimar as cédulas e outros materiais usados pelos cardeais durante o conclave na Cepela Sistina (Foto: Juliana Cardilli/G1)

Mesas e diversas cadeiras vermelhas que serão usadas pelos cardeais já estão na capela. Há uma rampa feita em madeira que dá acesso a um pavimento mais alto, onde os 115 cardeais votantes ficarão. As janelas ainda serão escurecidas, para garantir a privacidade dos cardeais e o segredo do conclave.

Durante as votações, alem do acesso restrito, também serão bloqueados os sinais de internet e celular dentro da capela, garantindo assim que os cardeais não terão acesso a nenhuma informação do exterior.

Mesas e cadeiras vermelhas que serão usadas pelos cardeais durante o conclave na Capela Sistina, no Vaticano (Foto: Juliana Cardilli/G1)
Mesas e cadeiras vermelhas que serão usadas pelos cardeais durante o conclave na Capela Sistina, no Vaticano (Foto: Juliana Cardilli/G1)

Fumaça e sigilo
O meio pelo qual o mundo ficará sabendo da escolha do sucessor de Bento XVI – a chaminé que eliminará a fumaça branca, confirmação da eleição de um papa – foi instalado neste sábado no telhado da Capela Sistina. Bombeiros com equipamentos de segurança fizeram o trabalho.

Funcionários do Corpo de Bombeiros trabalham na instalação de uma chaminé no teto da Capela Sistina, no Vaticano, neste sábado (9) (Foto: Max Rossi/Reuters)
Funcionários do Corpo de Bombeiros trabalham na instalação de uma chaminé no teto da Capela Sistina, no Vaticano, neste sábado (9) (Foto: Max Rossi/Reuters)

Os cardeais não terão que passar por revista para entrar na Capela Sistina, local do conclave. Já os funcionários e demais pessoas devem ter de se submeter a um detector de dispositivos. Durante o período de reclusão para a escolha do novo Papa, os cardeais poderão se confessar.

A capela está fechada para a visitação turística desde a última terça-feira (5) e recebe os preparativos para a eleição. Decorada com afrescos dos maiores artistas do Renascimento, como Michelangelo e Rafael, ela fica dentro da ala de museus do Palácio Apostólico, na Cidade do Vaticano.

O trabalho principal de modificação para o evento é elevar o piso da capela. Sobre ele, são colocadas as mesas e cadeiras para acomodar os cardeais. Também são instalados os fornos (também chamados estufas) e a chaminé para o anúncio da escolha do novo Papa, com a tradição da “fumaça branca”.

Fonte: Do G1, no Vaticano

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *