Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Capitão do Náutico diz que não é hora de arranjar culpados

1cca1e7ca52b311ec30702e4338936d0.jpg

Marlon diz que time precisa avaliar os erros cometidos
Foto: Guga Matos/JC Imagem

Com uma semana para se preparar até o próximo jogo pelo Campeonato Pernambucano, o Náutico quer fazer dessa semana de preparação uma reciclagem para que os erros dos últimos cinco jogos não se repitam – o time não venceu nessas cinco rodadas e há quatro não marca sequer um golzinho. O timbu encara o Serra Talhada no próximo sábado (7), nos Aflitos pelo penúltimo giro da primeira fase e precisa de um ponto para garantir sua classificação às semifinais.

O zagueiro Marlon, capitão do time, acredita que não é hora de procurar bode expiatório. Ele fez a observação baseado nas críticas que o ataque vem sofrendo. O timbu tem o pior ataque entre as quatro equipes que integram o G4, com 31 gols, um a menos que o Salgueiro.

“Não adianta colocar que o ataque não faz, que a zaga toma. Isso é entrar por um caminho errado. O que precisamos agora é observar o que estamos errando e deixando de fazer para dar oportunidade melhor para o ataque fazer os gols e melhorar a marcação”, opinou.

De acordo com o defensor, só uma avaliação profunda desses detalhes vai fazer com que o Náutico chegue forte nas semifinais. E por falar nela, essa segunda etapa é vista por ele como outra competição e, por isso, a esperança de retornar ao bom futebol do início do Estadual.

Um bom ‘aquecimento’, segundo ele, será a Copa do Brasil, que o Náutico terá como adversário o Fortaleza. Além de trazer outros ares, o elenco já pode ensaiar o que vai acontecer no mata-mata do Pernambucano. “É bom ter outra competição porque teremos a possibilidade de buscar novos ares, outro tipo de jogo e podemos entrar no que vai ser a semifinal”.

RECUPERAÇÃO – Com a semana sem compromisso – entenda-se jogos – o timbu também poderá recuperar jogadores que estão no departamento médico, como o goleiro Gideão, o volante Souza e o atacante Rodrigo Tiuí.

GALLO – Durante toda segunda-feira pipocaram informações de que o técnico Alexandre Gallo estaria no Recife negociando seu retorno aos Aflitos. Na verdade, o técnico veio ao Recife, mas para tratar de um processo na Justiça do Trabalho movido contra o alvirrubro.

Fonte: Do NE10

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *