Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Chile retira 700 turistas devido a incêndio na Patagônia

A Secretaria Nacional de Emergência do Chile (Onemi, na sigla em espanhol) informou nesta sexta-feira que cerca de 700 turistas foram retirados das zonas de risco da região de Magalhães por conta de um incêndio que já dura três dias.

Reprodução/rtp.pt
Site mostra imagem de incêndio na Reserva Nacional da Patagônia
Site da RTP mostra imagem de incêndio na Patagônia

O diretor da Onemi, Vicente Núñez, destacou que o acesso de turistas à região está proibido até novas instruções. Segundo ele, “esta situação corresponde a um incêndio de características extremas, principalmente por conta das condições de topografia, fortes ventos e o estado de vegetação altamente combustível”.

Núñez ainda explicou que o combate ao fogo foi realizado ontem com a ajuda de 120 voluntários e que hoje o número de pessoas deve duplicar com a ajuda de funcionários da Corporação Nacional Florestal do Chile, membros do Exército, bombeiros, além de equipes argentinas.

Socorristas da Argentina se juntaram aos chilenos para tentar apagar as chamas que já consumiram aproximadamente 5.700 hectares do Parque Nacional Torres del Paine, um dos principais pontos turísticos do Chile, localizado no extremo sul do país, na Patagônia chilena.

DA ANSA, EM SANTIAGO DO CHILE

1 COMMENTS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *