Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Cobrado por Andres, Mano admite convocar até quem estiver mal

O técnico Mano Menezes admitiu que está sendo cobrado dentro da CBF para que reduza o número de testes na seleção brasileira.

O primeiro sinal foi a convocação para o amistoso contra a Bósnia-Herzegóvina no próximo dia 28, em St. Gallen, na Suíça.

Antonio Lacerda/Efe
O técnico Mano Menezes durante convocação da seleção para amistoso contra a Bósnia-Herzegóvina
O técnico Mano Menezes durante convocação da seleção para amistoso contra a Bósnia-Herzegóvina

“Quando da primeira convocação [do Ronaldinho] me perguntaram se era algo temporário, eu pensava que era algo como um projeto. Estou me mantendo coerente com aquilo que disse”, disse. “Fui muito cobrado recentemente nos balanços finais, sobre manter uma base. A próxima etapa do trabalho ia blindar exatamente isso. Então, não posso ficar trocando a todo momento com base em um pequeno momento ruim”, disse Mano.

Pouco depois de assumir o cargo de diretor de seleções da CBF, Andres Sanchez afirmou em uma entrevista publicada pelo site da entidade que estava na hora de Mano parar com os testes e visar prioritariamente a Copa do Mundo de 2014 e não os Jogos Olímpicos de Londres, que começam dia 27 de julho.

Mano está no comando da seleção há 18 meses.

A convocação de Ronaldinho foi o primeiro indício de que Mano terá que parar com os testes. O atacante não está em um grande momento no Flamengo, mas foi chamado para o duelo contra os bósnios.

“As questões internas de cada clube pertencem aos clubes. É uma questão de momento de atuação”, respondeu Mano ao ser indagado sobre os problemas extracampo de Ronaldinho.

André Portugal – 2.fev.12/Divulgação Vipcomm
O atacante Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo
O atacante Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo

Na pré-temporada Flamengo, em Londrina, Ronaldinho foi flagrado com uma mulher na concentração. Luxemburgo, treinador do time à época, pediu o afastamento do atleta, mas não foi atendido pela diretoria e foi demitido após o time avançar para a fase de grupos da Libertadores.

Por outro lado, o treinador não convocou o meia-atacante Kaká, do Real Madrid. O jogador havia sido convocado para os dois últimos contra Gabão e Egito, mas foi cortado após sofrer uma lesão.

“É uma questão de opinião, de avaliação. Não tenho que explicar todos os jogadores. Espero que vocês respeitam a minha opinião”, disse Mano ao ser perguntado sobre Kaká.

Veja a lista completa dos 23 atletas:

Goleiros

Diego Alves (Valencia), Júlio César (Inter de Milão) e Rafael (Santos)

Laterais

Adriano (Barcelona), Alex Sandro (Porto), Daniel Alves (Barcelona), Danilo (Porto) e Marcelo (Real Madrid)

Zagueiros

David Luiz (Chelsea), Dedé (Vasco), Luisão (Benfica) e Thiago Silva (Milan)

Meio-campistas

Elias (Sporting), Fernandinho (Shakhtar Donetsk), Ganso (Santos), Hernanes (Lazio), Lucas (São Paulo), Ronaldinho (Flamengo) e Sandro (Tottenham)

Atacantes

Hulk (Porto), Jonas (Valencia), Leandro Damião (Internacional) e Neymar (Santos)

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *