Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Comissão anuncia presença de Valcke em audiência no Senado

O secretário-geral da Fifa, Jêrome Valcke (Foto: Valter Campanato / Agência Brasil)

O secretário-geral da Fifa, Jêrome Valcke (Foto:

Valter Campanato / Agência Brasil)

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado anunciou nesta segunda (2) que o  secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Jérôme Valcke, virá ao Brasil no próximo dia 11 (quarta) para falar, na comissão, sobre a preparação do Brasil para a Copa do Mundo de 2014 e sobre a Lei Geral da Copa.

A comissão informou ter sido comunicada pela Fifa sobre a visita de Valcke.

De acordo com a secretaria da comissão, ele participará de audiência pública, representando o presidente da entidade, Joseph Blatter, que era o convidado original do requerimento aprovado em novembro do ano passado. O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, também foi convidado, mas ainda não confirmou presença.

É a primeira vez que Valcke virá ao Brasil após a crise, no mês passado, motivada pela declaração de que o Brasil precisava de um “chute no traseiro” por conta dos atrasos nos preparativos para a Copa. Tanto Blatter quanto Valcke pediram desculpas pelo episódio em cartas enviadas ao Ministério do Esporte, que as aceitou. Antes, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, chegou a afirmar que não mais aceitaria Valcke como interlocutor da Fifa para assuntos relacionados à Copa do Mundo.

Deverão acompanhar Valcke o brasileiro Marco Polo Del Nero, integrante do Comitê Executivo da Fifa, o diretor de Comunicação e Relações Públicas da entidade, Walter de Gregório, o gerente jurídico comercial Jörg Vollmuller e o consultor jurídico externo Julian Chediak. A carta confirmando a participação foi assinada pelo próprio Valcke, segundo a comissão.

O requerimento aprovado em novembro pedia a participação de Valcke e Blatter para tratar da preparação da Copa e, principalmente, da Lei Geral da Copa, que na época tramitava na Câmara.

“Em meio aos questionamentos suscitados pelos expositores e Senadores membros da Comissão nas sessões realizadas, ficou latente a necessidade de ouvirmos a Fifa para dirimirmos as dúvidas e polêmicas surgidas entre o Governo brasileiro e essas instituições em relação à Lei Geral da Copa”, diz o texto.

Após a aprovação na última semana, o texto da Lei da Copa chegou nesta segunda-feira ao Senado, onde deve tramitar em caráter de urgência.

Fonte: Do G1, em Brasília

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *