Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Congressista recebeu telefone antigrampo de empresário do jogo

(Demóstenes Torres) Divulgação

Relatório do Ministério Público Federal aponta que o grupo comandado pelo empresário de jogos Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso no mês passado, entregou telefones antigrampos para políticos, informa reportagem de Fernando Mello e Leandro Colon, publicada na Folha desta sexta-feira.

Entre eles, o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), que admitiu à Folha ter recebido o aparelho, e Cláudio Monteiro, chefe de gabinete do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), que nega.

O objetivo, diz o Ministério Público, seria dificultar eventuais investigações. A informação faz parte da Operação Monte Carlo, deflagrada no mês passado, que levou 31 pessoas à prisão por acusação de exploração de máquinas de caça-níquel.

OUTRO LADO

Segundo o advogado de Demóstenes, Antonio Carlos de Almeida Castro, Cachoeira pediu que Demóstenes usasse esse aparelho para conversar com ele, o que ocorreu durante oito meses. “Não há nenhuma ilegalidade”, diz o advogado.

Fonte: Da Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *