Willames Costa

Compromisso com a informação

Pernambuco Regional

Costa evita confronto com João Paulo

Diante do engajamento demonstrado pelo deputado federal João Paulo (PT) na pré-campanha do secretário estadual de Governo, Maurício Rands (PT), o prefeito do Recife, João da Costa (PT), está pondo em prática uma estratégia para se precaver do enfrentamento com o ex-padrinho político. Nessa sexta-feira, durante o ato de inscrição na prévia petista, o prefeito fez um discurso apaziguador, garantindo que não fará dessa disputa interna um ringue de luta. “O povo do Recife não quer ouvir e nem quer que a gente faça uma campanha cujo alvo é destruir lideranças históricas que com muito sacrifício nós construímos. A gente aprendeu a fazer política sem ódio, sem ressentimento, sem raiva, porque isso não é bom conselheiro nem para a vida e nem para a política”, disse o prefeito, em um claro recado ao antecessor.

João da Costa não quer um enfrentamento direto com João Paulo, pois não lhe interessa levantar a poeira sobre a briga que separou os dois. “Nós, que construímos a nossa vida e esse projeto sem rancor, sem ressentimento, enfrentando dificuldades maiores, não vamos fazer esse debate interno baseado nesses valores. Nós não temos inimigos dentro do PT, nós não temos adversários dentro do PT. Nós podemos ter divergências, em alguns momentos, sobre quem deve conduzir o projeto do partido, mas temos que ter a responsabilidade de tratar todos como companheiros”, reforçou.

Ciente de que a prévia será uma disputa acirrada, onde os ânimos estarão tensos, o prefeito fez um alerta. Afirmou que o partido não pode municiar seus adversários. “A gente não pode apenas se indignar, a gente tem que ter responsabilidade, serenidade para alertar os companheiros de que não é a gente que tem que armar a oposição contra o governo do PT. Não somos nós, do PT, que, por uma disputa interna, vamos armar os adversários que querem ver o PT fora. Vou fazer esse debate político com muita responsabilidade. Meu alvo não é A, B, ou C no PT. Meu alvo vai ser falar para militância e para o povo da cidade do Recife como a gente tem que avançar”, bradou o prefeito, deixando claro que não aceitará ser tratado como um neófito no partido.

Fonte: Do JC Online

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *