Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Cuba limita a dez anos tempo de permanência em cargos do poder

O PCC (Partido Comunista de Cuba) aprovou neste domingo a medida que limita a dez anos o tempo máximo de permanência em cargos do poder. A intenção é promover quadros mais jovens no governo.

“Podemos começar a aplicação paulatina [da regra], sem esperar pela reforma constitucional”, afirmou o líder cubano Raul Castro no encerramento da conferência do partido. Segundo ele, a medida vale para todos os cargos do governo, inclusive o seu.

Raúl, que assumiu o comando do país depois da saída de seu irmão, Fidel Castro, tem hoje 80 anos. Para o dirigente, há uma carência de substitutos para os cargos do governo.

A decisão de discutir a limitação de dois mandatos de cinco anos para os cargos de poder havia sido proposta em abril no congresso do PCC, que tem Raúl como seu dirigente máximo.

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *